Cidadeverde.com
Vida Saudável

Dor de cabeça x enxaqueca: especialista explica como diferenciar

Imprimir





 

A enxaqueca é uma doença que incapacita e atinge de maneira especial as mulheres. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a enxaqueca é a sexta doença crônica que incapacita pessoas e chega a atngir cerca 1 bilhão de pessoas em todo o mundo. Já a dor de cabeça é um desconforto causado por fatores variados, como estresse ou ansiedade, ou ainda, doenças como gripe e sinusite.

Mas muitas pessoas ainda confundem e a falta de conhecimento faz com que o estigma se prolongue. Segundo o neurologista Dr.Irapuá Ricarte, em resumo, a dor de cabeça é um sintoma.

"Dor de cabeça é um sintoma e enxaqueca é um tipo de dor de cabeça primária. Existem vários tipos de dor de cabeça que é a própria doença e a enxaqueca é a mais comum, mas é a que faz o paciente buscar atendimento médico por serem de forte intensidade. Já a enxaqueca tem algumas características, geralmente uma dor de cabeça pulsada, latejando, como se fosse um coração batendo na cabeça associada a náuseas, vômitos, a luz e o som incomoda e até a atividade física piora", explicou.


Tratamento

De acordo com o especialista, as pessoas que sofrem com dor de cabeça devem buscar tratamento que pode ser preventivo, com uso de medicamentos ou até mesmo mundando os hábitos diários.

"Na fase aguda da enxaqueca o paciente pode usar analgésicos, mas se o paciente tem enxaquecas de longa duração (mais de três vezes por mês), ele pode abrir mão de algumas medicações de uso contínuo, e substituir por outros e usá-los por 6 meses ou até um ano de forma diária, para evitar as crises. Com esse tratamento, se as crises voltarem a ocorrer, que elas venham de menor intensidade", disse o especialista.

 


Jaqueliny Siqueira com informações do Notícia da Manhã
[email protected]

Imprimir