Cidadeverde.com
Cidades

Aulas são suspensas após casos de Covid aumentarem 255%

Imprimir

Foto: Arquivo Cidadeverde.com 

A Prefeitura de Dom Inocêncio (598 km de Teresina) antecipou as férias escolares de julho de 2022 e suspendeu as aulas na cidade após o aumento expressivo no número de casos de Covid-19 no município.

Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado pela Saúde Municipal, em quatro dias foi registrado um aumento de 255% no número de casos positivos da doença na cidade. Em 4 de julho, eram 38 casos ativos. Em 8 de julho, esse número subiu para 135. 

Por conta disso, a Prefeitura de Dom Inocêncio suspendeu as aulas em 7 de julho, por meio do decreto nº 039/2022. De acordo com o documento, alunos, professores, motoristas, auxiliares de serviços gerais e coordenadores da rede municipal de ensino foram infectados pelo vírus. 

As aulas só retornarão após parecer do Conselho Municipal de Dom Inocêncio. E para que os alunos não sejam prejudicados, um novo calendário escolar deve ser elaborado. 

O último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Dom Inocêncio, em 8 de julho de 2022, às 18h, afirma que 135 pessoas estão com a doença ativa; 153 com casos isolados e nenhum caso grave foi registrado até o momento. 

 

 

Vacinação contra Covid 

A população de Dom Inocêncio estimada é de 9.556 pessoas. Desse total, 91,63% da população elegível já tomou a primeira dose contra a Covid; e 90,95% foram imunizados com a segunda dose. 

Já sobre a primeira dose de reforço, esse percentual está em 75,04% e da segunda dose esse número cai para 28,2%. 

Patos do Piauí e Pajeú

Em 27 de junho, as aulas presenciais em Pajeú do Piauí foram suspensas após surto de Covid-19 entre professores e alunos. O município recomendou a volta do ensino remoto por um período de 10 dias. 

Segundo a secretária municipal de Educação, Valquiria Martins, a decisão surgiu como forma de evitar a propagação do vírus e tentar amenizar o surto.  

“As aulas voltariam hoje, normal, mas de repente deu um surto de um número significativo de alunos e professores testarem positivo e a gente achou por bem ficar uma semana em casa para tentar amenizar a situação”, disse Valquiria Martins.

Já em Patos do Piauí as aulas foram suspensas em 6 de julho, quando a Secretaria Municipal de Educação decidiu antecipar as férias escolares

Em nota publicada nas redes sociais, a gestão municipal justificou que a decisão leva em conta a detecção de casos de Covid-19 entre a comunidade escolar e o aumento dos índices da doença na cidade. 

 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir