Cidadeverde.com
Cidades

Antes de ser morta com 20 tiros, vítima pediu para deixarem esposa grávida viva, diz PM

Imprimir

Foto: Polícia Militar 

Um homicídio foi registrado por volta das 20h no bairro Santa Maria, zona Norte de Teresina. A vítima foi Anderson da Silva Pinho, de 34 anos, que, antes de ser morto, pediu para os bandidos deixarem a esposa grávida viva. 

Segundo a Força Tática do 13º BPM, cinco homens invadiram a residência da vítima encapuzados alegando que eram policiais. Dentro da casa, travaram uma luta corporal contra Anderson. Os bandidos pediram dinheiro e a arma da vítima. 

“Eles chegaram em um Punto e estacionaram um pouco distante da residência e foram a pé. Na casa, segundo informações de populares, houve uma luta corporal e, antes de ser morto, a vítima pediu para não matarem a esposa”, destacou o sargento Matias. 

Anderson foi morto com 20 tiros de arma de fogo, 17 deles de revólver .40 e três de pistola 9 milímetros. E, antes de deixarem a residência, os bandidos levaram um notebook e celulares.  

Anderson Pinho, também conhecido como Mega, tem passagem pela Polícia por tráfico de drogas e posse de arma de fogo. 

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigará o caso para saber o que motivou o crime e quem são os autores do homicídio. 


Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir