Cidadeverde.com
Vida Saudável

Com alta de casos, Piauí tem quase 120 mil crianças que não receberam 2ª dose contra Covid

Imprimir

Foto: Divulgação/Ascom

Com os casos de covid em alta, o estado do Piauí ainda possui quase 120 mil crianças de 5 a 11 anos, que não receberam a segunda dose contra a doença, segundo dados do painel epidemiológico da Covid-19, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi).

Apesar da vacinação continuar, ela não tem sido tão procurada como antes. Enquanto isso, o Piauí enfrenta um crescimento de óbitos por covid-19 de 200% em apenas sete dias e um aumento na média móvel de casos em 53% somente neste mês.

O estado ainda tem mais de 1,9 milhão de pessoas que precisam tomar a 4ª dose, enquanto as crianças também seguem com um alto número de não vacinados.

Para crianças de 5 a 11 anos, estão disponíveis duas doses. No Piauí a primeira dose começou a ser aplicada em janeiro deste ano, e 85% se vacinaram, mas ainda existem 49.957 mil crianças, cerca de 14,7%, que não tomaram nenhuma dose da vacina.

Já em relação a segunda dose, essa diferença é ainda maior, com 64,8% já vacinados, mas ainda faltam 119.763 mil, ou seja, 35,2%, para completarem o esquema vacinal contra a doença.

Aumento da média de casos

A média móvel de novos casos de Covid-19, que considera registro dos últimos sete dias, voltou a subir e chegou a 515,43 no Piauí na sexta-feira (15), um aumento considerável em relação ao índice registrado no primeiro dia do mês, que foi de 335, 86. A taxa corresponde a um aumento de pelo menos 53%.

A média móvel de óbitos também registrou um aumento e chegou e chegou a 3,71. No dia 01 de Julho, o índice registrado foi de 1,29. 

Um levantamento feito pelo Núcleo de Estudos em Saúde Pública da Universidade Federal do Piauí (UFPI) identificou que a maior incidência de novos casos causados pelo coronavírus teve início a partir do dia 20 na região Meio-Norte, que compreende a grande Teresina, e depois alcançou o litoral, Parnaíba e Luís Correia, que atualmente está com a maior incidência.

Aulas suspensas

Em alguns municípios as aulas estão sendo suspensas, isso porque está sendo registrado um grande aumento de casos da doença.

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

Municípios como Patos do Piauí e Dom Inocêncio decidiram suspender as aulas após identificarem um aumento de casos de alunos e professores com covid.

Devido a essa situação, uma nova portaria divulgada pela Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc-PI) dispõe sobre as medidas sanitárias voltadas ao enfretamento da Covid-19 no âmbito das unidades de ensino da rede pública estadual. 

Segundo o documento, as escolas da rede pública funcionarão na modalidade presencial. Para isso, será exigido a apresentação do comprovante de vacinação aos servidores, empregados e alunos.  Caso os pais ou responsáveis não apresentem o comprovante, a portaria destaca que o Conselho Tutelar deverá ser notificado para que sejam tomadas as providências cabíveis. Também fica determinado o uso obrigatório de máscaras de proteção individual. 

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir