Cidadeverde.com
Últimas

Ouro Olímpico da judoca Sarah Menezes completa 10 anos

Imprimir

Foto: CBJ

Para muitos parece que foi outro dia que a judoca Sarah Menezes ganhou o mundo ao conquistar o objeto mais cobiçado por qualquer atleta – um ouro olímpico. No dia 28 de julho de 2012, exatos uma década a piauiense, natural da capital Teresina, colocou no peito a que até os dias de hoje é a única medalha de ouro em Jogos Olímpicos do estado do Piauí, conquistada em Londres 2012, após superar a atual campeã de Pequin-08, Alina Dimitru (ROU). 

Naquele ano de 2012, a piauiense Sarah Menezes anotou seu nome na história como a primeira brasileira a ganhar a medalha de ouro olímpica no judô e ainda quebrou um jejum de duas décadas da modalidade, que tinha subido no lugar mais alto do pódio pela última vez com Rogério Sampaio em Barcelona-1992. 

O fato de ser uma campeã olímpica foi auge de uma carreira sólida e construída com muita disciplina e por isso o que não faltaram conquista em todo esse caminho. A campeã olímpica, Sarah, ainda esteve em mais dois jogos olímpicos um privilégio para qualquer atleta e talvez esteja em mais um, agora como técnica principal da seleção. 

Quem esteve lado a lado da judoca piauiense até a conquista do ouro olímpico foi o técnico Expedito Falcão, que usou as redes sociais para relembrar e agradecer a conquista. “Hoje faz uma década da minha maior conquista profissional e uma das maiores emoções da minha vida. Obrigada Sarah Menezes por ter confiado no meu trabalho em toda sua carreira e agradeço a todos da Ajef que ajudaram em toda essa conquista”, escreveu em suas redes sociais o técnico da campeã olímpica. 

A única campeã olímpica do estado do Piauí no último ano completou sua transição de carreira ao ser anunciada como nova técnica da seleção brasileira de judô feminina. Algo que aconteceu no mês de dezembro de 2021 pensando na reta final de trabalho das atletas que irão representar o Brasil no ciclo de Paris-24, e desde então Sarah vem passando seus conhecimentos à beira do tatame. 

Aos 31 anos, Sarah Menezes escreve novos capítulos dentro da sua trajetória no esporte. Agora como mãe da Nina, comentarista de TV e técnica da seleção, mas ciente de que tudo que colhe nos dias de hoje é diretamente ligado a esse 28 de julho de 2012, data que se segundo ela se tornou seu segundo aniversário. 

 

 

Pâmella Maranhão
[email protected]

Imprimir