Cidadeverde.com
Política

"Vou comandar a campanha de Bolsonaro no Piauí", diz Ciro Nogueira

Imprimir

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Considerado o principal articulador das oposições no Piauí, Ciro Nogueira (PP) fez questão de citar o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante seu discurso na convenção deste sábado (30) que confirmou Silvio Mendes (União Brasil) como candidato a governador do estado ao lado de Iracema Portela (PP), na vice. 

Em sua fala, o ministro-chefe da Casa Civil destacou que um dos motivos que o fizeram compor o primeiro escalão do governo federal e romper com o PT, tanto a nível nacional como local, foi o “amor pelo Piauí”

"O amor pelo meu Piauí me fez aceitar o chamamento do meu presidente Bolsonaro para ser o seu principal ministro. Muita gente acha e achava que o papel de ministro da Casa Civil não era feito para um piauiense e quando assumi essa missão do presidente Bolsonaro eu quis provar que o piauiense tem valor, que o piauiense pode governar o Brasil inteiro e que o piauiense pode ter a sua voz e a missão que vocês me deram, que é ser um grande ministro", destacou o senador licenciado. 

Chamado de “maestro” por seus correligionários ao subir no palco, onde estavam diversas lideranças políticas, Ciro Nogueira agradeceu a quem permaneceu junto ao grupo da oposição. Apesar das dificuldades em enfrentar a base governista, o ministro avalia que a população vai saber escolher a melhor opção para o estado.

"Às vezes as propostas que fizeram e estão fazendo pelos políticos do Piauí, como se eles tivessem preço. A maioria está dizendo não, porque acredita no futuro desse estado. Aqueles que se venderam, que prestem contas com a população dos seus municípios e depois com Deus. Mas nós temos a coragem de mudar esse estado. Não podemos esperar mais", disse o progressista.

Além de evidenciar Silvio Mendes e Iracema Portela como os melhores candidatos na disputa ao governo estadual, Ciro Nogueira encerrou sua participação pedindo que o “Piauí desse uma oportunidade” ao ex-prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, como candidato a senador. 

“Nós vamos mostrar que o nosso estado dá oportunidade a quem precisa, que o nosso estado pode eleger o filho de um carroceiro. Que o nosso estado vai eleger um senador que não vai para Brasília para atrapalhar o Silvio, vai para Brasília para ajudar o Ciro em sua missão”, concluiu o líder partidário. 

Campanha presidencial

O Ministro da Casa Civil também confirmou que vai comandar a campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) no Piauí. Ciro Nogueira ainda destacou que trabalha para viabilizar uma agendas do presidente e da primeira dama, Michele Bolsonaro, no estado ainda no mês de agosto. 

"Vamos fazer um grande movimento aqui no dia 16, talvez com a presença da primeira dama. Vamos fazer a nossa parte. Vou comandar a campanha do Bolsonaro aqui no Piauí, ao lado das pessoas que querem que o nosso país continue em boas mãos, de gente séria e de um presidente honesto. Então,vamos fazer a nossa parte aqui no Estado", disse Ciro Nogueira, em entrevista durante a convenção do bloco de oposição na tarde deste sábado. 

À imprensa, o ministro ainda minimizou o episódio em que foi hostilizado por uma candidata a deputada federal do PDT, durante convenção na manhã deste sábado. 

"Faz parte da democracia, a gente tem que respeitar. Às vezes as pessoas querem criar um fato para aparecer, mas a  gente respeita. Temos que respeitar as posições divergentes. ninguém pensa igual a mim. Agora, estamos do lado do bem", disse Ciro. 

Convenção 

Principal líder da oposição no estado do Piauí, Ciro Nogueira também avaliou positivamente a convenção que homologou as candidaturas de Sílvio Mendes (Governador) Iracema Portela (Vice) e Joel Rodrigues (Senado). 

"A gente tinha uma expectativa de ter 10 mil pessoas, mas superou muito esse número. A gente fica muito feliz do Piauí ter atendido esse chamamento. Estou feliz e emocionado com o dia de hoje. Hoje é um dia histórico para o nosso estado", afirmou Ciro Nogueira. 


Breno Moreno e Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir