Cidadeverde.com
Esporte

Ainda sem Renato Gaúcho, Grêmio volta a vencer na Série B depois de quatro jogos

Imprimir

No primeiro jogo sem o técnico Roger Machado e ainda sem ter a estreia de Renato Gaúcho, o Grêmio acabou com o jejum de quatro jogos sem vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. 

Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Nesta sexta à noite, o time gaúcho, que vinha de duas derrotas consecutivas - para Criciúma e Ituano - venceu o Vila Nova por 2 a 1, na Arena do Grêmio, em partida válida pela 28.ª rodada.

Roger Machado foi demitido na última quinta-feira, depois da sequência negativa na competição, e no mesmo dia o nome de Renato Gaúcho foi oficializado como novo técnico gremista. Neste duelo da noite, o time foi comandado interinamente por César Lopes. 

Os gols de Biel e Thaciano levaram o Grêmio aos 47 pontos na terceira colocação da Série B. Matheuzinho descontou para o Vila Nova, que nos últimos minutos ainda tentou o empate e deixou o fim de jogo emocionante.

Com a derrota, o Vila Nova continua na zona de rebaixamento, com 28 pontos, na 17.ª colocação e perdeu a invencibilidade de nove jogos, com seis empates e três vitórias. A última derrota do Vila tinha sido para o CSA, por 2 a 1, pela 18.ª rodada no dia 15 de julho.

Intenso, o Grêmio pressionou desde o início e demorou apenas dois minutos para abrir o marcador. Diogo Barbosa cruzou da esquerda, a defesa goiana não afastou e a bola sobrou para Biel, que limpou o marcador e bateu forte para o fundo do gol.

O Grêmio continuava em cima e chegou a criar boa chance de ampliar com Guilherme aos nove, mas Tony defendeu. Apesar da superioridade, o Grêmio dava muito espaço ao time goiano.

Mesmo tendo aberto o marcador no início, o Grêmio não conseguiu manter a intensidade. O time gaúcho passou a ter dificuldade em penetrar na defesa adversária e assim passou a arriscar chutes de fora da área. Campaz e Guilherme tentaram uma vez cada um, mas mandaram a bola longe do gol de Tony.

O Vila Nova passou a ficar mais com a posse da bola no final e o Grêmio se fechou na defesa para ir para o intervalo em vantagem no marcador.

E voltou para o segundo tempo apresentando os mesmos problemas do primeiro. Encontrava dificuldade na construção das jogadas, até pela péssima atuação do meia Campaz, que chegou a ser vaiado pela torcida.

O Vila Nova, tocando mais a bola, envolvia o Grêmio, mas não mostrava competência para chegar com perigo ao gol. Aos 17 minutos, mesmo não jogando bem, o Grêmio chegou ao segundo gol. 

Após cruzamento de Diogo Barbosa, Thaciano cabeceou e mandou no ângulo do goleiro Tony. Após a consulta do VAR para verificar um possível pênalti para o Vila Nova na origem da jogada - o gol foi confirmado. Houve uma paralisação por cinco minutos para a checagem ao VAR.

Apesar da vantagem, o jogo ficou tenso quando aos 32 minutos o Vila Nova diminuiu o marcador. Dentinho bateu rasteiro da entrada da área pela direita, Brenno espalmou e no rebote, Matheuzinho bateu forte, no ângulo.

No final, o Grêmio se fechou na defesa e garantiu a vitória em casa. Nos descontos, Rafael Donato, aos 52, aproveitou chute de Railan e mandou para o gol, quase empatando e dando susto na torcida.

O Grêmio volta a jogar somente no dia 11 de setembro, domingo, diante do Vasco, novamente na sua Arena, às 16h, pela 29.ª rodada. O confronto marcará a estreia do técnico Renato Gaúcho.

O Vila Nova entra em campo antes, na terça-feira, às 21h30, em Goiânia (GO), onde recebe o Guarani, num duelo de desesperados.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir