Cidadeverde.com
Política

Exposição retrata pioneirismo de mulheres piauienses

Imprimir
  • expo5.jpg Paulo Barros
  • expo4.jpg Paulo Barros
  • expo3.jpg Paulo Barros
  • expo2.jpg Paulo Barros
  • expo1.jpg Paulo Barros

O Conselho Estadual de Cultura do Piauí (CEC) abriu nesta segunda-feira (5), a exposição ‘Pioneiras’ como parte das comemorações alusivas aos 200 Anos da Adesão do Piauí à Independência do Brasil. Os trabalhos estão expostos no Palácio de Karnak.

Com a curadoria da coordenadora do Centro Cultural M. Paulo Nunes, Poliana Sepúlveda, a exposição é uma viagem abrangente pela experiência feminina nos séculos XIX a XXI, enaltecendo ícones das mais distintas áreas no Estado. 

A exposição promete ser um marco na cultura local, reconhecendo a importância da ocupação de espaços pela mulher, valorizando o seu talento, fazendo ainda uma louvação à mulher no dia-a-dia, com os seus desafios, percalços e conquistas, reunindo uma coletânea de matérias, histórias guardadas em gavetas, artigos e impressões. 

“São mulheres pioneiras que fizeram, inventaram e criaram primeiro. Depois que uma faz é mais fácil as outras fazerem. A gente procura ocupar espaço e dar exemplo para as gerações futuras. Não estamos ainda no devido lugar em relação aos espaços públicos, mas nós vamos chegar lá”, disse a governadora Regina Sousa ao participar do evento de lançamento da exposição.

A chefe do Executivo estadual, pela sua história de vida, também é retratada nos trabalhos. “Me incluo a esta homenagem, é importante estar presente porque a minha história tem o que ensinar, o que dizer. Uma quebradeira de coco chegou onde chegou, outras meninas podem chegar”, afirmou.

A exposição seguirá no Palácio de Karnak até outubro com a expectativa que ela percorra outros espaços posteriormente. Interativa, a exposição não homenageará apenas as 29 selecionadas neste primeiro momento, viabilizando que o visitante preste láureas a outras mulheres de igual importância e representatividade. 

Além da abertura da exposição, o evento marcou o lançamento da Revista ‘Pioneiras’, com um compilado das memórias das mulheres homenageadas, assim como o Lançamento das obras "Memória Cronológica, Histórica e Corográfica da Província do Piauí", "A Guerra do Fidié" e "A Contribuição do Piauí na Guerra do Paraguai" - Coleção Bicentenário da Independência, como parte das comemorações alusivas aos 200 Anos da Adesão do Piauí à Independência do Brasil.

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir