Cidadeverde.com
Esporte

Atleta olímpico é morto a tiros após tentar separar uma discussão em boate

Imprimir

O velocista Shavez Hart, que representou as Bahamas nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, morreu após ser baleado no peito ao tentar impedir uma discussão em uma boate.

Hart foi morto quando tentava impedir um grupo de homens de brigar do lado de fora de uma boate em Mount Hope, nas Ilhas Ábaco, nas Bahamas, por volta das 2h da manhã do último sábado (03).

Segundo informações da mídia local, um dos homens envolvidos foi até o estacionamento e tirou uma arma de seu carro antes de atirar no atleta no peito.

Shavez foi levado às pressas para um hospital local, onde foi declarado morto. Ainda de acordo com a imprensa, um suspeito foi posteriormente preso e levado sob custódia policial. O atleta deixa esposa e um filho.

"Ele era um filho tão bom, muito quieto e sempre prestativo. Ele fez muito trabalho na comunidade e estava sempre tentando retribuir. Saudades dele", disse Shammaine Hart, mãe do velocista, ao Nassau Guardian.

A situação aconteceu apenas quatro dias antes de Shavez Hart completar 30 anos.

Fonte: UOL-FOLHAPRESS

Imprimir