Cidadeverde.com
Esporte

Cruzeiro derrota CRB e pode confirmar o acesso à Série A diante do Vasco

Imprimir

O acesso é só uma questão de tempo e pode ser confirmada já na próxima partida, frente ao Vasco, tudo porque o Cruzeiro venceu o CRB por 2 a 0 na noite deste sábado, em pleno estádio Rei Pelé, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Foto - Staff Imagem - Cruzeiro

Com o resultado, o líder isolado Cruzeiro chegou aos 65 pontos, abrindo 14 do Bahia, segundo colocado, e 20 do Londrina, em quinto. Já o CRB ficou na nona posição, com 40, ficando longe do G-4.

De quebra, o Cruzeiro aumentou ainda mais o tabu em cima do CRB. Como mandante, o time alagoano nunca venceu a equipe celeste. Em nove jogos, foram cinco vitórias da equipe celeste e quatro empates.

O Cruzeiro começou o jogo se defendendo com uma linha de quatro, esperando uma pressão do CRB. No entanto, teve a posse de bola e criou a primeira oportunidade de gol aos nove minutos. 

Bruno Rodrigues fez bela jogada pela esquerda e rolou para trás. Marquinhos Cipriano chegou chutando e jogou muito perto do gol de Diogo Silva, que, na sequência, segurou uma cabeçada de Luvannor.

O CRB encontrou dificuldade para criar, mas, quando conseguiu, ficou perto de marcar. Anselmo Ramon lançou Paulinho Moccelin, que foi derrubado, dentro da área, por Machado, pênalti. O camisa 9 foi para a cobrança, mas isolou. 

Apesar do erro, o time alagoano continuou em cima e deu trabalho para Rafael Cabral. O goleiro fez grande defesa em tentativa de Paulinho Moccelin.

Sem se encontrar dentro de campo, o Cruzeiro se fechou ainda mais e contou com Rafael para ir ao intervalo com 0 a 0 no placar. Aos 33 minutos, Anselmo Ramon recebeu dentro da área, dominou no peito e soltou a bomba. O goleiro celeste salvou.

O segundo tempo começou todo aberto. Logo aos dois minutos, Guilherme Romão partiu em velocidade pela esquerda, costurou a defesa adversária e mandou perto do gol. A resposta foi imediata Após cobrança de escanteio do Cruzeiro, Luvannor jogou na trave

O time mineiro estava melhor postado, conseguiu colocar a cabeça no lugar e abriu o placar aos sete minutos.

Stênio recuperou a bola no meio de campo, contou com uma ajuda de Lincoln, entortou o zagueiro adversário e fez um golaço. O CRB tentou diminuir, aos 14, mas a bola de Anselmo Ramon ficou na trave.

E Rafael provou mais uma vez o motivo dos cruzeirenses não sentirem saudade do ídolo Fábio, hoje no Fluminense. O goleiro fez mais duas defesas espetaculares, uma no chute de Anselmo Ramon, para sair de campo com o grande herói, além de dar tranquilidade para o time selar a vitória.

Aos 45 minutos, no melhor estilo Robinho, Bruno Rodrigues recebeu pela esquerda, pedalou e mandou no ângulo, um golaço, sem chance para Diogo Silva.

O Cruzeiro volta a campo na quarta-feira, às 21h, para enfrentar o Vasco, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). No dia seguinte, o CRB visita o Vila Nova, às 21h30, no OBA, em Goiânia (GO).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir