Cidadeverde.com
Cidades

PM apreende 514 tabletes de maconha avaliados em R$ 600 mil no Piauí

Imprimir

Fotos: PM-PI

Policiais militares apreenderam 514 tabletes de maconha, além de quatro sacos grandes com a drogas, que foram apreendidos em um sítio na localidade Baixa da Torre, zona rural de Santo Inácio do Piauí, a 352 km de Teresina. A droga está estimada em R$ 600 mil.

A PM informou que recebeu uma denúncia anônima informando sobre uma possível plantação de maconha. Equipes da Força Tática de Simplício Mendes e do GPM de Floresta do Piauí foram até o local. 

“Foram realizadas diligências na mata e encontrada uma quantidade de entorpecentes acondicionados em 4 sacos, além de equipamentos utilizados para prensar e embalar drogas. O proprietário do sítio confessou que haviam embalado drogas nos locais onde a polícia esteve, mas negou ter qualquer envolvimento com o ilícito”, disse a PM.

A Polícia Militar informou que as equipes no local desconfiaram que haviam mais drogas, pois encontraram fitas usadas para embalar entorpecentes. Eles ainda desconfiaram que os entorpecentes estavam enterrados.

“Os policiais militares decidiram fazer uma busca minuciosa no perímetro ao redor da casa e notaram que uma parte do terreno, mais especificamente embaixo de uma árvore, estava diferente do restante. Foi feita uma pequena escavação e logo localizado um saco contendo diversos tabletes de maconha embalados com fita azul. Direcionada a busca para este local em específico, foi realizada uma grande escavação utilizando ferramentas manuais e encontrados dezenas de sacos e tambores plásticos contendo tabletes de maconha”, destacou a PM.

O proprietário do sítio acabou confessando que atuava na comercialização de drogas e então foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Simplício Mendes.

Os policiais apreenderam 514 tabletes de maconha, além de quatro sacos grandes com a droga, avaliados em R$ 600 mil. Também apreenderam um carro, uma motocicleta, 3 balanças de precisão e equipamento para prensar.


Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir