Cidadeverde.com
Geral

Adolescente com arma de CAC atira em três colegas dentro de escola no Ceará

Imprimir

Foto: Reprodução/Google Maps 

Um adolescente de 15 anos foi apreendido na manhã desta quarta-feira (5) suspeito de atirar em três colegas dentro de uma escola estadual em Sobral (a 240 km de Fortaleza). Uma das vítimas foi atingida na cabeça e está em estado grave. As outras foram feridas na perna e de raspão na cabeça.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social no Ceará disse que a arma utilizada no crime está registrada em nome de um CAC (Colecionador, Atirador e Caçador).

Inicialmente, a polícia declarou que a arma pertencia ao pai do adolescente, que havia afirmado isso em depoimento. Mas, ao checar informações, descobriu-se que ela pertence a uma terceira pessoa, cuja relação com o jovem não foi informada.

O pai do suspeito e o dono da arma foram até a delegacia em Sobral para prestar depoimento.

Os disparos ocorreram na escola estadual de ensino médio Professora Carmosina Ferreira Gomes, no bairro Sumaré, segundo a Secretaria Estadual da Educação.

Dos três jovens feridos, um levou tiro na cabeça e está intubado na Santa Casa de Sobral. Segundo o hospital, há suspeita de morte encefálica, que precisa ser confirmada com exames.

Um segundo jovem, atingido na perna, recebeu atendimento no setor de ortopedia do hospital e não corre risco de morte. Ele passou por cirurgia e encontra-se em estado estável. A terceira vítima foi atingida por um tiro de raspão na cabeça e logo recebeu alta.

Informações preliminares da polícia apontam que, em depoimento, o adolescente contou que sofria bullying na escola e, devido a isso, teria premeditado o ataque.

Testemunhas relataram à policiais que o adolescente acessou a escola normalmente, com a arma escondida na mochila. Os tiros foram dados dentro da sala de aula e causaram pânico entre alunos e funcionários. O suspeito deixou o local, mas foi encontrado pelos policiais próximo da casa dele.

Segundo a polícia, ele é suspeito de um ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio.

A polícia apreendeu celulares e computador na casa do adolescente, e peritos vão analisar se ele pode ter sido incentivado por alguém a praticar o ato.

No país, o número de armas de fogo nas mãos dos CACs chegou a 1 milhão em julho deste ano. Essas categorias têm sido as mais beneficiadas por normas editadas na gestão Bolsonaro (PL) que facilitaram o armamento da população.

O crescimento foi de 187% em relação a 2018, antes do atual governo, segundo dados do Exército obtidos via LAI (Lei de Acesso à Informação) pelos institutos Sou da Paz e Igarapé.

O ataque em Sobral ocorre nove dias após um adolescente de 14 anos atirar em colegas e matar a facadas uma aluna cadeirante em uma escola em Barreiras (a 875 km de Salvador).

O jovem utilizou a arma do pai, um subtenente reformado da Polícia Militar do Distrito Federal, que disse que costumava guardar a arma debaixo do colchão.

Segundo o delegado responsável pelo caso da Bahia, Rivaldo Luz, a polícia investiga se o adolescente teria participado de ações semelhantes em outros estados. O jovem também propagava discurso de ódio contra minorias em uma conta nas redes sociais.

REFERÊNCIA

Sobral é um dos municípios referência no país em qualidade de educação. A cidade se destacou no cenário nacional por ter conseguido, em pouco mais de uma década, dobrar o desempenho de seus alunos dos anos iniciais do fundamental (do 1º ao 5º ano).

O município enfrentava graves problemas de repetência e abandono escolar, mas a melhoria nos resultados educacionais começaram a aparecer após a cidade estabelecer como meta erradicar o analfabetismo infantil.

Apesar de nos últimos anos ter figurado entre os municípios com melhor desempenho na educação básica, desde 2018 Sobral sofre com uma escalada de violência por conta de facções criminosas que disputam bairros inteiros da cidade.

Em nota, a Secretaria da Educação do Ceará lamentou o ocorrido e disse que os familiares estão sendo acolhidos pela equipe da Coordenadoria Regional, que inclui assistente social e psicóloga.

A secretaria acrescentou que tem reforçado ações visando a segurança do ambiente escolar, tanto em termos físicos quanto psicológicos.

A secretária da Educação, Eliana Estrela, anunciou sua ida a Sobral.

 

Fonte: Folhapress (Paulo Eduardo Dias e Marcel Rizzo)  

Imprimir