Cidadeverde.com
Vida Saudável

Iaspi afirma que reajuste de 6,5% no Plamta é fake news e vai registrar B.O

Imprimir

Foto: Ascom

A diretora-geral do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (Iaspi), Daniela Aita, divulgou uma nota de esclarecimento após uma fake news sobre reajuste de 6,5% na contribuição dos usuários do Plano Médico de Tratamento e Assistência (Plamta).

Segundo a diretora, estão sendo divulgadas mensagens falsas por meio do WhastApp, informando que esse reajuste de 6,5% será realizado pelo Iaspi. Segundo Daniela, esse reajuste aconteceu em 2019 e atualmente não existe uma previsão para um novo aumento.

“O Iaspi informa que o reajuste noticiado é referente ao ano de 2019, e que não existe previsão de nenhum reajuste no Plamta para o ano em curso. Os boatos espalhados visam única e exclusivamente disseminar a mentira e confundir a população usuária do Plamta”, disse em nota.

Informou ainda que será registrado um Boletim de Ocorrência, para que possa ser encontrada a pessoa que está divulgando a fake news sobre esse assunto. 

Veja a nota na íntegra:

O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (Iaspi), via diretora-geral e membros do Conselho Fiscal Deliberativo do Iaspi Saúde, vem a público esclarecer que são falsas as mensagens que circulam, por meio do aplicativo whatsapp, de reajuste de 6,5% na contribuição dos usuários do Plano Médico de Tratamento e Assistência (Plamta) que contribuem individualmente por faixa etária.

O Iaspi informa que o reajuste noticiado é referente ao ano de 2019, e que não existe previsão de nenhum reajuste no Plamta para o ano em curso. Os boatos espalhados visam única e exclusivamente disseminar a mentira e confundir a população usuária do Plamta. As informações oficiais do Instituto são publicadas no site do Iaspi.

O Iaspi informa ainda que registrará um boletim de ocorrência para que os responsáveis sejam identificados e criminalmente responsabilizados. Por fim, reiteramos o esforço de tornar a gestão do Iaspi cada vez mais eficiente. A construção é coletiva e os resultados beneficiam a todos. É preciso fortalecer o Instituto e focar os resultados nos usuários dos planos geridos pelo Iaspi, que precisam estar esclarecidos quanto aos fatos.

Daniele Amorim Aita – diretora-geral do Iaspi
Raimundo Bispo Pereira – conselheiro
Sebastião Teixeira Medeiros – conselheiro
Josivaldo de Sousa Martins – conselheiro
Daniel Magalhães Chaves – conselheiro
Rivaldo Vaz Vercoze – conselheiro
Adriana Silva de Oliveira Lopes – conselheira
Jaciara Torres Pacheco Probo – conselheira
Éric Damasceno Barroso – conselheiro
Kerlya Costa Carvalho – conselheira
Geórgia Karina Modesto Alves – conselheira

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Imprimir