Cidadeverde.com
Esporte

Vila Nova vence o Cruzeiro e praticamente garante a permanência na Série B

Imprimir

Para o Cruzeiro, o duelo com o Vila Nova era apenas para cumprir tabela, afinal a Raposa está garantida na Série A de 2023 e já conquistou o título da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas para a equipe goiana tinha muita coisa em jogo, era a oportunidade quase todo o risco de rebaixamento. 

Foi o que o Vila conseguiu ao vencer o Cruzeiro por 1 a 0, com gol de Matheuzinho, aos 27 minutos do segundo tempo, nesta sexta-feira (14), no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga.

Com os três pontos conquistados diante do campeão, o Tigre chegou aos 45, e agora tem oito a mais do que o CSA, o primeiro time dentro da zona do rebaixamento. Restando três rodadas para o término da competição, o Vila só será rebaixado se a equipe alagoana vencer todas as partidas. 

Com mais nove pontos apenas em disputa, a torcida local já festejou a permanência na Série B por mais uma temporada após a vitória sobre o Cruzeiro.

O JOGO DO CRUZEIRO

Já campeão e com o acesso garantido, restava ao Cruzeiro tentar bater o recorde pontos da Série B, estabelecida pelo Corinthians, em 2008. Mas essa meta acabou depois da derrota para o Sport, na rodada anterior. 

Sem ter o que busca nos jogos finais, a Raposa não consegue manter a mesma intensidade que marcou a vitoriosa campanha, o que é até normal pelas circunstâncias.

Talvez a ausência de Paulo Pezzolano no banco de reservas ajude a explicar o Cruzeiro um pouco abaixo do normal. Suspenso, o treinador paraguaio foi substituído por Martin Varini.

A estratégia do Vila estava clara: apostar nas bolas paradas e nos contra-ataques. Foi assim que a equipe alvirrubra marcou aos 20 minutos do segundo tempo, mas como Hugo Moura estava em impedimento, o lance foi invalidado após três minutos de análise do VAR.

Se aos 20 minutos Hugo Moura estava impedido, aos 27 a condição de Matheuzinho era legal. O meia aproveitou a bobeira da defesa e ficou sozinho com Rafael Cabral para fazer o único gol do jogo.

JEJUM DE VITÓRIAS

O Cruzeiro conquistou o título da Série B na 32ª rodada, após vencer a Ponte Preta e contar com as derrotas de Grêmio e Bahia, para Sampaio Corrêa e Chapecoense, respectivamente. 

Desde então, foram três partidas disputadas e nenhum triunfo. Empate com o Ituano, em 1 a 1, no Mineirão, e derrotas para o Sport, por 3 a 1, na Ilha do Retiro, e para o Villa Nova, por 1 a 0, no OBA.

PRÓXIMA RODADA

O Cruzeiro já entra em campo na terça-feira (18), no Mineirão, para enfrentar o Guarani. Já o Vila Nova volta a campo no fina de semana seguinte, no dia 22, quando visita o Bahia, em Salvador.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir