Cidadeverde.com
Esporte

Dídimo de Castro se despede hoje da narração esportiva direto do Maracanã

Imprimir

O jornalista Dídimo de Castro, um dos maiores nomes da crônica esportiva brasileira, está no Rio de Janeiro para narrar a final da Copa do Brasil entre Flamengo e  Corinthians, na noite desta quarta-feira (19), direto do Maracanã. A partida, que será transmitida ao vivo pela Rádio Cidade Verde, marca a última narração de Dídimo a nível nacional, direto de um dos grandes palcos do futebol.

“A expectativa é boa, emocionante. São 60 anos de carreira. Já fiz minha última narração no Campeonato Piauiense e agora vou fazer a última narração geral. Dei sorte de ter pela frente um jogo dessa importância e ter o prazer de estar no maior palco do futebol brasileiro e em uma partida histórica”, destacou. 

No dia 1º de setembro, Dídimo completou 60 anos de carreira como narrador esportivo. Apesar das seis décadas, ele diz que o frio na barriga e a ansiedade continuam os mesmos do início da trajetória. 

“Sempre sinto o frio na barriga. Em dia de jogo, passo o dia ansioso, tenso aguardando o momento da transmissão. Hoje em especial quero que tudo saia bem feito porque quero guardar na memória a lembrança dessa minha última narração. Às 16 horas já estarei no Maracanã para cuidar de tudo”, acrescentou. 

Foto: Arquivo Cidadeverde.com

Apesar de fazer nesta quarta-feira a sua última narração a nível nacional, Dídimo de Castro não vai deixar as telas e as ondas do rádio. O jornalista vai continuar comentando sobre o cenário esportivo e fazendo participações em programas do grupo Cidade Verde. 

A torcida piauiense poderá acompanhar a decisão Flamengo x Corinthians a partir das 21h30,  através da Rádio Cidade Verde,  na frequência 93,5 para Teresina e região e 99,7 para o norte do Piauí. Os torcedores também podem acompanhar a transmissão através do site da Rádio Cidade Verde.  

Última narração local 

Dídimo de Castro narrou no dia 30 de abril a sua última final do Campeonato Piauiense, partida entre o Parnahyba e  Fluminense, no estádio Lindolfo Monteiro.
 
Mentor de Dídimo, o professor Carlos Said esteve na cabine de narração ao lado do pupilo em sua despedida do Campeonato Piauiense. O Magro de Aço relembrou das lições que passou a Dídimo quando ele começou na narração esportiva aos 17 anos de idade. 

Dídimo de Castro fez história na comunicação esportiva do Piauí e do Brasil. O profissional conquistou o carinho e admiração do público e seus bordões ficaram eternizados na memória de milhares de ouvintes e telespectadores.
 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir