Cidadeverde.com
Política

Rafael vota e diz que Nordeste vai dar vitória a Lula no 2º turno

Imprimir

O governador eleito Rafael Fonteles (PT) afirmou neste domingo (30) que o Nordeste vai ampliar a votação do ex-presidente Lula na região, chegando a mais de 14 milhões de votos.

"O Nordeste vai puxar a votação do Lula mais uma vez. O Brasil deve mais essa ao Nordeste", disse Fonteles após votar na zona Leste. Ao contrário do 1º turno, ele não enfrentou fila para votar no colégio Madre Savina.

Segundo ele, ter um presidente aliado ao governo do estado é importante para desenvolver ações da nova gestão. Rafael crê que o Piauí dará um recorde histórico de votação a Lula com mais de 80%. No primeiro turno o índice chegou a 74%.

"Vamos mostrar que o Piauí é o estado mais Lulista do país. Estou otimista e o Brasil vai voltar a ser feliz", disse.

Na previsão de Rafael, Lula será eleito com 7 a 10 milhões de votos de maioria contra Bolsonaro.

Foto: Yala Sena

“A vitória de Lula vai possibilitar cumprir com o programa de governo com mais velocidade e possamos fazer mais”, disse Rafael.

O governador eleito crê que o número de abstenções será reduzida no segundo turno. Rafael Fonteles disse ainda que mesmo com o aumento de assédio eleitoral não influenciará no resultado da eleição. 

“Tivemos uma atuação enérgica do Ministério Público do Trabalho e do Tribunal Regional Eleitoral”.

Fonteles disse que está preparado para governar em qualquer cenário com ou sem Lula presidente.

Caso Carla Zambelli

Rafael Fonteles classificou como “lamentável e absurdo” o episódio em que a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP)
sacou e apontou uma arma para pessoas após uma confusão na região dos Jardins, em São Paulo.

“É lamentável. Acho que vai mexer na votação em São Paulo. Um absurdo, uma deputada sair correndo, as câmeras mostram que não tinham razão nenhuma para fazer isso. Vamos dar um basta nesse clima de violência, intolerância e ódio que se abateu no País”. 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir