Cidadeverde.com
Economia

Loteria dos EUA que aceita apostas do Brasil adia sorteio de R$ 10 bilhões

Imprimir

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

Previsto para acontecer na madrugada desta terça-feira (8) no horário do Brasil, o sorteio do prêmio recorde no Powerball, tradicional jogo de loteria dos Estados Unidos, foi adiado. Em nota, os organizadores afirmaram que uma das 48 lotéricas que participam do jogo "ainda está processando as vendas e os dados das apostas", sendo que, segundo as regras, é obrigatório que todas as casas participantes entreguem todas as informações dos bilhetes vendidos antes de os números serem sorteados.

"Assim que o Powerball receber a apresentação pendente, a tiragem irá seguir", concluiu o comunicado, afirmando que a previsão é de que o sorteio seja feito na manhã de hoje no horário local -entre o final da manhã e início da tarde no horário de Brasília. A expectativa para o resultado está em torno do prêmio de US$ 1,9 bilhão (quase R$ 10 bilhões, na cotação atual), em uma loteria que aceitou inclusive apostas brasileiras, que podiam ser feitas em sites especializados.

O prêmio chama atenção por bater sua maior marca, que havia sido de US$ 1,586 bilhão, em janeiro de 2016. Na ocasião, o dinheiro foi dividido entre três apostadores: de Chino Hills (Califórnia), Mumford (Tennessee) e Melbourne Beach (Flórida).

O Powerball funciona com 5 números principais de um conjunto de 69 bolas brancas e um número chamado Powerball, que é extraído de uma das 26 bolas vermelhas. Para levar a bolada para casa, é necessário acertar ao menos uma bola vermelha na aposta. Se um jogador acertar todos os seis números, ele ganha o prêmio máximo. Nos Estados Unidos, cada bilhete custa US$ 2 (cerca de R$ 10).

Apesar do atraso na realização do sorteio, a organização do concurso não abriu uma extensão na venda de bilhetes, que continua encerrada.

 

Fonte: Folhapress 

 

Imprimir