Cidadeverde.com
Geral

Vídeo mostra briga com motorista de app dias antes de ser morto

Imprimir

A investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) avança para elucidar a morte do motorista de aplicativo, Renato Carlos Ribeiro Teixeira, 35 anos, que também prestava serviço para a Prefeitura de Palmeirais, no interior do estado. Um vídeo, dias antes do crime, mostra a vítima durante uma briga em um posto de combustíveis no bairro Lourival Parente, na zona Sul de Teresina. 

As imagens mostram Renato atirando um objeto durante a confusão. Uma outra pessoa- que não teve a identidade revelada- também atira um objeto que quebra um carro alugado que era usado por Renato no trabalho. O veículo havia sido alugado em 29 de agosto deste ano. O contrato de locação foi firmado por um homem que se apresentou como representante comercial e efetuava o pagamento regularmente. 

O tumulto no posto de combustíveis teria sido motivado por som. Até o momento não há  ligação confirmada entre  briga e a execução. 

Nesta segunda-feira (05), uma irmã e um cunhado prestaram depoimento no DHPP. Para a família, o motivo da morte ainda é desconhecido. O motorista de app foi assassinado a tiros no último dia 01, na avenida Gil Martins, também na zona Sul. Ele estava no carro alugado  [o mesmo que teve o vidro quebrado  no tumulto] na companhia de uma mulher que saiu ilesa aos tiros. 

A PM informou que Renato teria envolvimento com entorpecentes. Além da hipótese de tráfico de drogas, o DHPP considera a possibilidade do crime ter relação com roubos e faccções criminosas. 

 

Com informações Tiago Melo (TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir