Cidadeverde.com
Entretenimento

Padre Júlio Lancellotti é alvo de ataque homofóbico de Danilo Gentili

Imprimir

Foto: Reprodução

Neste fim de semana, o Padre Júlio Lancellotti se indignou com a seleção brasileira e o ex-jogador de futebol, Ronaldo, que ostentaram nas redes sociais uma carne banhada a ouro 24 quilates, avaliada em R$ 9 mil, em um restaurante do Catar. A crítica do sacerdote, no entanto, foi alvo de um comentário homofóbico de Danilo Gentili.

O Padre, conhecido por seu trabalho na Pastoral do Povo de Rua, repostou um vídeo do jantar luxuoso dos atletas e comentou "vergonha". Gentili respondeu o post com o tuíte: "Nós dois lamentamos vendo esse vídeo, amado padre. Eu lamento porque não estou lá com eles comendo essa carne e você lamenta porque prefere linguiça".

O comentário foi alvo de muitas críticas nas redes sociais por internautas que alegaram homofobia na publicação.

"Cara, cada um come o que quer e o que pode. Mas é extremamente aceitável um padre achar vergonhoso alguns poucos ter condições de comer carne banhada a ouro enquanto milhões passam fome! Isso não quer dizer que eles não podem comer. É apenas a empatia de um padre", escreveu um internauta

"Querer arrumar briga com um padre que dedica sua vida a trabalhos sociais é o ponto mais alto da canalhice que um ser humano pode atingir", apontou outro usuário.

Nesta segunda-feira, 5, Júlio se pronunciou: "Meu comentário não é ataque a ninguém mas defesa dos privados de alimentação . Não respondo ataques com ataques. Sinto muito".

Já Danilo, posteriormente, apenas ironizou: "Amado Padre, me paga uma Land Rover aí que eu paro de zuar. Prometo".

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir