Cidadeverde.com
Últimas

Caso Débora Vitória: morte de menina completa um mês e mãe anuncia manifestação

Imprimir

Foto: Redes Sociais 

O caso da pequena Débora Vitória, que morreu após ser baleada durante uma tentativa de assalto no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, completou um mês neste domingo (11). Nas redes sociais, Dayane Gomes, mãe da criança, anunciou uma manifestação em frente ao Fórum de Teresina nesta segunda-feira (12) e pediu justiça pela morte da filha de seis anos.  

“Eu estou aqui para pedir ajuda de quem puder ir amanhã no Fórum. Amanhã, 9h30, eu vou fazer uma manifestação, pedido de justiça pela Débora Vitória que hoje fez um mês que minha filha faleceu e o inquérito nunca saiu. A delegada nunca falou no caso e eu estou aqui sem saber de nada, sem ter notícia de nada e vai ser mais um que vai ficar impune?”, desabafou Dayane.  

Ainda nas redes sociais, a mãe da criança questionou a demora no resultado do exame balístico que irá apontar de onde saiu o tiro que matou sua filha.  

“O laudo balístico era pra sair com 10 dias hoje está fazendo 30 dias e nada foi feito nada foi resolvido e eu estou aqui sofrendo todos os dias, tentando ir levantar, tentei voltar a trabalhar, está difícil porque foi minha filha, só tinha seis anos e nada foi feito”, acrescentou.

O caso

A menina Débora Vitória, de 6 anos, morreu na noite do dia 11 de novembro durante uma tentativa de assalto no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina.

A mãe, Dayane Gomes, e a filha foram surpreendidas pelo suspeito que anunciou o assalto. Segundo testemunhas, uma terceira pessoa, que seria um policial militar, teria visto a ação e reagiu efetuando disparos.

Durante a troca de tiros, a criança foi atingida por um disparo. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mãe também foi atingida por um disparo na perna.

Mãe diz que tiro partiu de PM

A mãe da criança acusa o PM de efetuar o disparo que vitimou a filha. No entanto, a Polícia Civil aguarda um exame de microcomparação de balística que vai comprovar de onde partiu o disparo fatal.

Defesa de PM aguarda resultado

A defesa do tenente da Polícia Militar suspeito de envolvimento na morte de Débora Victória, de 6 anos, informou que aguarda o resultado da perícia que está sendo realizada na arma para apresentar a versão do policial e ainda contesta algumas acusações realizadas pela mãe da criança. Segundo a defesa, o PM estava cumprindo seu dever de defender as vítimas durante um assalto.

Suspeito indiciado

Clemilson da Conceição Rodrigues foi indiciado por tentativa de latrocínio contra Dayane Gomes, mãe da pequena Débora Victória de 6 anos morta com um tiro no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina.

Segundo a delegada Nathalia Figueiredo, titular do Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), as provas colhidas permitiram o indiciamento.

 

Rebeca Lima
[email protected]rde.com 

Imprimir