Cidadeverde.com
Cidades

Câmera flagra acidente fatal entre trem e caminhão na BR-343; motorista depõe

Imprimir

Câmeras de segurança flagraram o acidente envolvendo um trem e um caminhão na BR-343, entre Teresina e Altos, que terminou com o auxiliar de maquinista morto, na madrugada do último sábado (10). Mesmo com a pouca luminosidade é possível ver o momento exato da colisão, seguido de faíscas e fumaça. Testemunhas relataram que, minutos antes do choque entre os dois veículos, o  maquinista buzinou duas vezes, sendo que na última foi possível ouvir um forte estrondo. 

O motorista do caminhão envolvido no acidente fatal escapou ileso e se evadiu do local. Ele- que tem 37 anos- só se apresentou no posto da Polícia Rodoviária Federal um dia após a colisão. Análise preliminar da PRF aponta mal sinalização da via e desrespeito à preferência no cruzamento como causas presumíveis do choque entre os dois veículos. 

A vítima fatal tinha tinha 42 anos. O maquinista e o condutor do caminhão escaparam. 

"Ele prestou depoimento, deu declarações relativas ao acidente de trânsito, o que aconteceu. Em seguida foi encaminhado para a Central de Flagrantes em razão também da omissão de socorro. Em análise preliminar, os policiais identificaram que a preferência era do trem e que o condutor desse caminhão deveria dar essa preferência, aguardar, observar os sinais, ouvir, está atento aos sinais de aproximação do trem, respeitar essa preferência para só então poder avançar, que foi o que não aconteceu", informou a inspetora De Menezes, da PRF-PI. 

A PRF tem cinco dias para a confecção Boletim de Acidente de Trânsito, prazo que pode ser prorrogado por igual período. A inspetora diz que será avaliado também como a falta de sinalização contribuiu para o acidente.

"É importante que antes do condutor atravessar uma linha férrea saiba que o trem tem preferência. É necessário está atento, observar os dois lados, ouvir para não acontecer situações como essa", alerta a inspetora. 

O acidente causou um congestionamento de cerca de 3 horas. Partes do caminhão que carregava areia ficaram espalhadas pela pista. 

 

Graciane Araújo
[email protected]

Imprimir