Cidadeverde.com
Vida Saudável

Confira 5 dicas para reduzir e controlar o brilho excessivo da pele

Imprimir

 

Foto: Freepik

 

Para pessoas que possuem pele oleosa, a chegada do verão e, com isso, dias mais quentes e úmidos, significa também um aumento no brilho excessivo na pele, o que, além impactar na autoestima de quem sofre com isso, também pode ocasionar o surgimento de cravos e espinhas.

“A pele oleosa possui alta produção de sebo e esse aspecto pode se agravar no verão, pois a radiação solar UV inflama e aumenta a glândula sebácea, resultando em mais oleosidade, deixando a pele da face com a superfície excessivamente brilhante”, explica Maurizio Pupo, farmacêutico especialista em cosmetologia.

Porém, o brilho excessivo da pele tem tratamento e pode ser controlado de diversas formas. Veja as cinco principais dicas:


Lavar bem o rosto

A etapa da limpeza do rosto é o primeiro passo na rotina skincare, sendo de fundamental importância. Fazer a limpeza facial diária ajuda no controle de brilho e oleosidade, preparando a pele para outros produtos que também vão auxiliar na sua rotina diária de cuidados com a pele. Entretanto, um fator a ser observado é a frequência que a pele pode ser lavada, pois o excesso de lavagem pode gerar um efeito rebote, ou seja, como forma de defesa, a pele aumenta a produção de sebo.


Evitar exposição prolongada ao sol

A exposição exagerada ao sol pode agravar, e muito, o brilho e a oleosidade da pele do rosto. Quando exposta ao sol, as glândulas sebáceas produzem mais sebo na tentativa de hidratar a pele. Essa superprodução aumenta a oleosidade, e consequentemente, o brilho excessivo, podendo gerar também acne.


Usar protetor solar específico para peles oleosas

Pelo fato de as glândulas sebáceas ficarem mais ativas quando expostas ao sol intenso, a proteção solar é de grande importância no controle de oleosidade da pele, fazendo com que o protetor solar seja seu aliado. Porém, existem diversos protetores solares que são oleosos e, ao invés de ajudarem no controle do brilho excessivo, acabam piorando.

Por isso, o ideal é ficar atento ao tipo de filtro solar escolhido e, desta forma, fazer uso somente de protetores solares específicos para peles oleosas, que possuem toque seco, desenvolvidos especificamente para este tipo de pele.


Utilizar dermocosméticos para peles oleosas

Além dos já conhecidos protetores solares, existe uma ampla gama de produtos feitos especialmente para as peles com oleosidade, que vão desde séruns antioleosidade até géis de limpeza, com o objetivo de hidratar, matificar e eliminar o brilho da pele do rosto, tudo isso com toque seco e não oleoso.


Alimentar-se bem

Uma alimentação baseada em açúcares, gorduras, frituras e alimentos industrializados aumenta a oleosidade da pele, deixando-a suscetível ao brilho em excesso. A dica é investir em alimentos ricos em vitaminas e minerais, tais como frutas, legumes, verduras e grãos, além de sempre beber bastante água. Todos estes alimentos contribuem para o equilíbrio e bom funcionamento do organismo, que se reflete na qualidade da pele.

“Seguindo esses cinco passos, o controle do brilho excessivo da pele será percebido rapidamente. E, além de ser um passo importante na autoestima de quem possui pele oleosa, essas dicas também irão contribuir com o cuidado geral da pele, mantendo-a sempre saudável e com bom aspecto”, explica Maurizio.

Desta forma, o especialista ainda ressalta a importância do uso diário do protetor solar. “Nossa pele está exposta a riscos a todo momento, seja através do contato direto com as radiações solares, que nos atingem até mesmo em locais fechados quando as luzes entram pelas janelas, ou então pelas luzes azuis e visíveis. E o uso diário de proteção solar, além de prevenir e controlar o acúmulo excessivo de oleosidade e surgimento de acne, também traz diversos outros benefícios, como prevenção contra o envelhecimento precoce, tratamento e clareamento de manchas da pele, hidratação, além da prevenção contra o câncer de pele”, ressalta o especialista.

 


Da Redação
[email protected]

Imprimir