Cidadeverde.com
Geral

Elon Musk tenta mudar local de julgamento sobre tuítes a respeito da Tesla

Imprimir

Foto: Reprodução/Youtube

Elon Musk entrou com pedido na Justiça dos Estados Unidos para tentar retirar um julgamento sobre fraude envolvendo sua conduta em relação à Tesla de São Francisco. O executivo argumenta que a publicidade negativa em relação ao seu uso e recente gerenciamento do Twitter faria com que os jurados tivessem um viés contra ele.

O pedido judicial foi feito na sexta-feira. Musk e a Tesla devem passar pelo julgamento a partir deste mês, em um processo de um acionista relacionado a tuítes do executivo em 2018 segundo o qual ele estaria buscando financiamento para fechar o capital da empresa.

Musk comprou o Twitter no fim de outubro e pouco depois demitiu cerca de metade do pessoal da empresa sediada em São Francisco. Seus advogados argumentam que isso provocaria preconceito contra o executivo no julgamento.

Em 2018, Musk escreveu no Twitter: "Estou considerando tornar a Tesla privada em US$ 420 por ação. Financiamento assegurado". Isso avaliaria a empresa em US$ 72 bilhões, mas o negócio não ocorreu. Investidores processaram a Tesla e Musk, alegando que os tuítes eram falsos e custaram a eles bilhões de dólares com a grande volatilidade no preço da ação.

Musk e a Tesla já pagaram US$ 20 milhões cada para resolver um processo na esfera cível da Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana) sobre os tuítes de 2018. O executivo depois tentou desistir do acordo, mas não teve o pedido atendido

A moção atual propõe que o julgamento ocorra no oeste do Texas. A Tesla mudou sua sede do norte da Califórnia para Austin no fim de 2021. O julgamento tem início previsto para o dia 17. Fonte: Dow Jones Newswires.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Imprimir