Cidadeverde.com
Vida Saudável

Saúde da mulher: veja 4 dicas para melhorar os sintomas da TPM

Imprimir

 

Foto: Freepik

 

Se todos os meses, você, mulher, consegue passar os dias sem sentir um incômodo que seja motivado pela TPM, por favor, diga-nos o segredo! Porque essa não é a realidade para 75% a 80% das mulheres em idade reprodutiva. Os dados são da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Inclusive, a intensidade, a duração e a gravidade dos sinais encontrados são muito variáveis de mulher para mulher e têm sido relatados desde a menarca até a menopausa. A síndrome pré-menstrual (SPM), famosa TPM, é representada por um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais que apresentam caráter cíclico e recorrente, iniciando-se na semana anterior à menstruação e que aliviam com o início do fluxo menstrual.

Humor deprimido, sentimentos de falta de esperança ou pensamentos autodepreciativos; dores de cabeça, inchaço, distensão abdominal; ansiedade, tensão, “nervos à flor da pele”; instabilidade afetiva acentuada; raiva ou irritabilidade persistente e conflitos interpessoais aumentados são apenas alguns dos indícios que podem compor uma extensa lista.

A boa notícia, no entanto, é que existem medidas que podem ajudar a aliviar esses visitantes indesejáveis, que prejudicam o bem-estar do mulherio. Então, veja algumas medidas práticas que podem ser nossas melhores amigas.


- Pratique exercícios físicos

As atividades físicas fazem bem para o corpo e a mente, pois liberam endorfinas que provocam sensação de prazer, relaxam, ajudam no funcionamento do intestino e reduzem o edema característico do período. O ideal é praticar exercícios moderados. Yoga, caminhada, ciclismo, natação e hidroginástica podem ser boas alternativas.


- Evite alguns tipos de alimentos

Há alimentos que estimulam a distensão abdominal, o inchaço, as dores de cabeça, entre outras queixas características do momento. Por isso, especialistas indicam evitar o consumo de alguns itens, como café, chá preto, chá mate e refrigerantes. O ideal é ingerir alimentos mais leves, com teor reduzido de gordura saturada e sal. Frutas, vegetais, grãos e alimentos diuréticos são fortes aliados.


- Aposte em chás diuréticos e calmantes

Entre as opções naturais para ajudar a aliviar a TPM estão também os chás, como o de valeriana, um calmante natural. Aposte ainda em chá de cavalinha, hibisco, camomila, erva-doce e dente-de-leão, que também têm ação diurética.


- Use calcinhas com nanotecnologia que aliviam os desconfortos

Uma opção supertecnológica, que promete revolucionar o assunto, vai ao encontro das calcinhas com Pontos Quânticos de Carbono (PQC). Elas emitem ondas infravermelhas de longa duração que ativam a microcirculação da região. Com isso, os vasos comprimidos pela ação da prostaglandina podem voltar a ter uma circulação natural, aliviando o inchaço, a cólica menstrual e demais desconfortos abdominais, como prisão de ventre e incontinência urinária.

 


Da Redação
[email protected]

Imprimir