Cidadeverde.com
Vida Saudável

Com que frequência você lava lençóis? Veja como evitar o acúmulo de fungos

Imprimir


Foto: Freepik

 


Se você não se lembra da última vez que que trocou os lençóis e colocou a roupa de cama para lavar, chegou o momento de rever esta organização. O mesmo vale para os cobertores, mas, você sabe fazer a lavagem correta? Para cada dúvida, há uma explicação.

O ideal para lençóis e fronhas é que sejam lavados ao menos uma vez na semana. Como estas peças estão em contato direto com o corpo humano, acabam ficando mais expostas ao suor e oleosidade da pele. A lavagem dessas peças uma vez por semana é importante para evitar o acúmulo e proliferação de bactérias, fungos e ácaros.

Segundo o especialista em higienização José Previero, este cuidado deve ser ainda maior para quem tem pet em casa, que possivelmente tem contato com a cama.

O processo de lavagem requer bastante atenção. Cada peça possui etiqueta com instruções quem devem ser seguidas, por exemplo, há peças que não podem ficar expostas ao sol ou não podem ficar de molho. Desta forma, confere a peça uma maior durabilidade. Por fim e não menos importante, as peças brancas devem ser separadas das coloridas, para não correr o risco de manchar.

Opte por usar um sabão alcalino que é o detergente mais adequado para remoção de manchas e cuidado para não colocar em excesso. Realize pelo menos dois enxagues para ter certeza de que o sabão foi retirado e um terceiro com o amaciante dê sua preferência. O especialista explica que o contato de resíduos de sabão com a pele pode ser prejudicial.

O processo de lavagem de travesseiros, pode ser um pouquinho complicado de ser feito em casa, mas é recomendável ser feito a cada seis meses, se possível por profissionais. É importante ter atenção no processo de secagem para não correr o risco de mofar e ficar com odores.

Com cobertores e edredons, a frequência e os cuidados com a lavagem são fatores importantes. Opte sempre por lavar antes de usar, principalmente se estiverem guardados por muito tempo. Este cuidado é fundamental para a remoção de ácaros e o possível odor de mofo.

“Estando em uso, o ideal é lavar a cada dois meses ou antes de guardar, para ser utilizado em outra estação. Outra dica importante é o cuidado com o uso do amaciante, quanto menos perfume tiver, menor a chance de provocar alergias” conclui o especialista.

 

 

Da Redação
[email protected]

Imprimir