Cidadeverde.com
Últimas

Professores que dão aulas em presídios ficam fora do Fundeb e pedem inclusão do abono

Imprimir

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Professores que dão aulas aos presos dentro das penitenciárias do Piauí ficaram de fora do abono do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) que foi pago pelo governo do estado no dia 29 de dezembro do ano passado. 

Na manhã de hoje (18), um grupo conversou com a comissão do Fundeb no pátio da Secretaria Estadual de Educação e pediu que eles sejam incluídos no rateio. 

No Piauí, 24 mil profissionais da Educação – professores, técnicos administrativos e de serviços gerais) tiveram direito ao benefício. Alguns professores chegaram a receber R$ 11.300, uma espécie de 14º salário. 

“É uma injustiça o que estão fazendo com a gente. Estamos em sala de aula, fazemos planejamento de ensino, ajudando na remição dos presos e trabalhando no nosso ofício. Temos uma profissão com escola certificadora e estamos buscando nossos direitos”, disse Ubiratan Morais, professor que reivindicava seu direito.

O grupo conversou com Fábio Matos, membro do Conselho do Fundeb e ele ficou de levar a demanda para o secretário Estadual de Educação, Washington Bandeira. 

O grupo reclamou também do salário mensal que está abaixo do previsto na legislação. 

Flash Yala Sena
[email protected]  

Imprimir