Cidadeverde.com
Esporte

Daniel Alves sai preso de delegacia em Barcelona por suposta agressão sexual

Imprimir

Foto: Lucas Figueiredo/CBF 

O jogador de futebol brasileiro Daniel Alves foi preso às 10h (horário local) desta sexta-feira (20), em Barcelona, na Espanha. Ele havia se apresentado a uma delegacia de polícia após ser intimado para responder por uma suposta agressão sexual, a qual ele nega.

Da delegacia de Las Corts, onde funciona uma unidade contra crimes sexuais, ele foi transferido para a Cidade de Justiça de Barcelona. "Está detido", disse uma fonte dos Mossos d'Esquadra, a polícia catalã. Ele seguiu em um carro com vidros escuros, enquanto câmeras tentavam uma imagem do astro de futebol.

Na Cidade da Justiça, Alves vai comparecer diante de um juiz, que decidirá sobre sua situação enquanto o caso estiver sendo investigado. O depoimento estava marcado, mas, segundo a assessoria do jogador, ele se apresentou voluntariamente.

A suposta agressão sexual teria ocorrido na noite de 30 de dezembro do ano passado na discoteca Sutton Barcelona, que se vende como "um dos clubes mais exclusivos do mundo".

A mulher, cujo nome não foi revelado, afirmou que estava com amigas na boate quando foi ao banheiro. Ali, o jogador de 39 anos teria colocado a mão por baixo de seu vestido.

Segundo o depoimento da mulher, tomado no dia 2 de janeiro, ela retornou chorando para suas amigas, dizendo que havia sido assediada por um "famoso". Os seguranças foram chamados, e a polícia foi acionada.

Em 5 de janeiro, Alves participou do programa "Y Ahora Sonsoles", da TV Antena 3, e afirmou que esteve na mesma discoteca que a mulher que o acusa, mas negou ter tocado nela sem permissão.

"Gostaria de desmentir tudo, em primeiro lugar. Eu estive nesse local, com outras pessoas, estava me divertindo. Todo o mundo sabe que eu gosto de dançar. Mas sem invadir o espaço dos outros. Sempre respeitando o entorno. Não sei quem é essa senhorita, não a conheço", afirmou ele.

Na ocasião, Alves estava de férias na cidade, antes de voltar para o Pumas, do México, após disputar a Copa do Mundo no Qatar com a seleção brasileira, derrotada nas quartas de final. Alves deixou o futebol europeu em 2022, quando fechou seu segundo ciclo no Barcelona.

O brasileiro havia pedido licença ao clube mexicano para se ausentar de uma partida do campeonato, devido à morte da sogra, mãe da modelo espanhola Joana Sanz. Por isso, estava em Barcelona nesta semana.

 

Fonte: Folhapress (Ivan Finotti) 

Imprimir