Cidadeverde.com
Geral

Piauiense está abalada com a confirmação do filho no voo Brasil-França

Imprimir
A tia de Marcelo Parente, Gláucia Parente da Rocha Martins, informou ao Cidadeverde.com que sua irmã está em estado de choque e bastante abalada com a confirmação do nome do filho na lista do avião que está desaparecido.
 

 
Gláucia é irmã de Marieta Parente, mãe de Marcelo, chefe da assessoria do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. Ele e a esposa – Marcele Parente – tiraram férias de uma semana quando ocorreu o desaparecimento do voo 447 da Air France.
 
O avião desapareceu no trajeto entre o Rio, de onde decolou por volta das 19h de domingo, a Paris, com 228 pessoas a bordo, 216 passageiros e 12 tripulantes. Segundo a Air France, há 58 brasileiros entre os passageiros.
 

 
Gláucia, que mora no Rio, confirma por telefone que Marcelo é filha da piauiense Marieta, que é sobrinha do falecido deputado estadual Wilson Parente.
 
“A mãe de Marcelo está muito abalada e sob o efeito de medicamentos. O pai passou mal hoje. É uma dor muito grande”, informou Gláucia.
 
A mãe de Marcelo esteve no aeroporto do Galeão e a companhia confirmou que Marcelo e a nora estavam no avião.
 
 
 
 
Atualização às 20h09min
 
Os familiares de Marcelo Parente, que está desaparecido no avião da Air France, buscam informações em Teresina através de parentes no Rio de Janeiro e nos noticiários de TV e sites. Marcelo é filho de piauiense e está na aeronave que desapareceu nesta segunda-feira com 228 pessoas a bordo. Ele é chefe da assessoria do prefeito do Rio, Eduardo Paes.
 

 
A diretora da maternidade do Dirceu, Evelma Parente, informou ao Cidadeverde.com que soube do desaparecimento de Marcelo através de tios que moram no Rio. “O que foi informado pela empresa é que ele e a esposa estão na lista do voo e que o avião desapareceu. Não sabemos mais de nada”, disse Evelma, que é prima segunda de Marcelo. 
 
Ela informou que os avós de Marcelo, Maria das Dores Macedo e Edson Parente Martins, que é irmão do deputado estadual falecido Wilson Parente, moravam em Bom Jesus, no extremo Sul do Estado.
 
 

Os nomes confirmados até agora são:

 
Atualizada às 17h40min
 
A Prefeitura do Rio de Janeiro confirmou que o chefe de gabinete do prefeito Eduardo Paes, Marcelo Parente, e sua mulher também estavam entre os passageiros. Marcelo é filho de piauiense e morava no Rio com família.
 


O prefeito estava a caminho do Aeroporto Internacional do Galeão, onde estão sendo centralizadas as informações sobre o Airbus desaparecido, pouco depois do meio-dia desta segunda-feira.

Além de Marcelo, a família confirmou que Pedro Luís de Orleans e Bragança estava no voo 447 da Air France, que desapareceu nesta segunda-feira (1º) quando sobrevoava o Oceano Atlântico.
 
Pedro Luís, 26 anos, bacharel em Administração de Empresas e pós-graduado em Economia, estava morando na França e veio ao Rio visitar os pais, Antônio João e Christine de Ligne. Ele é o quarto na suposta linha de sucessão do trono do Brasil.
 
Atualizada às 15h49min
 
 
 
 
Amigos e parentes buscam informação no aeroporto do Rio
 
Beth Santos/Divulgação

Marcelo Parente tem familiares no Piauí

O advogado Marcelo Parente, que tem familiares no Piauí, está na lista dos passageiros do voo da Air France, que desapareceu na noite do último domingo no oceano Atlântico quando saia do Rio de Janeiro para Paris, na França. Seu nome é o primeiro na lista de possíveis vítimas que tem relações no Estado.
 
O empresário Lourival Parente disse ao Cidadeverde.com que, por telefone, o tio avô de Marcelo o confirmou que os dois estavam no voo. Marcelo Parente é neto de Edson Parente da Rocha Martins, que vem a ser irmão do ex-deputado estadual do Piauí Wilson Parente, já falecido. O assessor do prefeito também é primo distante do empresário.
 
De acordo com informações publicadas no portal G1, repassadas pela assessoria do prefeito Eduardo Paes, Marcelo Parente Gomes de Oliveira tem 38 anos e viajava com a esposa Marcelle Parente. Casado há sete anos, ele não tem filhos. Advogado e professor de Direito da PUC, ele é amigo pessoal do prefeito, com quem começou a trabalhar como assessor ainda em 1993, na subprefeitura dos bairros Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
 
O voo AF 447 da companhia Air France saiu do Brasil ontem à noite e deveria ter pousado em Paris às 6h10min, horário de Brasília. A aeronave enviou mensagem automática depois de passar por Fernando de Noronha, informando sobre uma pane elétrica. Depois, perdeu contato.
 

 
Estavam no avião 216 passageiros e 12 tripulantes, entre brasileiros, franceses, e pessoas de outras nacionalidades. Foi confirmada ainda a presença de sete crianças e um bebê.
 

 
Tags:
Imprimir