Cidadeverde.com
Esporte

Competidores de moto e bike encaram riachos e lama no Desafio Enduro do Jenipapo

Imprimir

Fotos Azimute fotos

 

Com muita segurança e belezas naturais de encher os olhos, a organização do 36º Desafio Enduro do Jenipapo concluiu na tarde deste domingo (19) a 36ª edição do enduro mais antigo do Norte e Nordeste do Piauí, o Desafio Enduro do Jenipapo, prova off road que leva esse nome em homenagens aos homens e mulheres que lutaram e morreram na Batalha do Jenipapo na região de Campo Maior, município a 90 Km de Teresina.

A competição que nasceu e cresceu sendo uma prova de enduro de regularidade, desde o ano passado incluiu a modalidade mountain bike, sendo duas competições em uma. A prova de bike teve 220 atletas individuais inscritos e 25 duplas. Nas motos participaram 28 pilotos. A prova foi encerrada para ambas as modalidades no Monumento Batalha do Jenipapo.

As motos abriram o Campeonato Piauiense de Enduro de Regularidade, evento da Federação de Motociclismo do Piauí – FMP. A largada foi do Posto Cacique, na zona leste de Teresina com deslocamento até uma trilha de morro com descida e subida, onde os pilotos aferiram o GPS para largarem para valer. Foi uma prova mais dura na primeira parte até Altos, com trechos mais técnicos, de muita navegação, veredinhas, serras, passagens por fazendas e vilarejos de muita beleza. Nenhum incidente aconteceu e a planilha estava bem justa. O diretor de prova foi o piloto Tafarel Araújo. A segunda parte foi mais trilhas de estradão e estradinhas, em trecho mais plano.

Destaque, mais uma vez, para o campeão piauiense de enduro de regularidade da temporada de 2022, Lenilson Viana, de Teresina, que venceu o Jenipapo na categoria Graduado, seguido por Lauro Rodolpho Lopes, Gilmar Cipriano, em 3º, e Luiz Lobão Filho, em 4º.  Na categoria Intermediário, vitória para Francisco Matos Araújo; Jadson Luz venceu na Novato; Ciro Barros faturou na categoria Moto Rally e na categoria Duplas, os amigos de São Raimundo Nonato, da Equipe Trilheiros da Caatinga, José Victor e Flávio Marcílio venceram. A equipe teve ainda o piloto Márcio Emídio, na Moto Rally. Eles viajaram mais de 540 km até Teresina e depois até Campo Maior para fazerem o que mais gostam, off road.

Na categoria Graduado, um veterano que não consegue deixar o esporte por nada, o piloto de Teresina Luiz Lobão Filho. Esta foi a sua 18ª participação no Enduro do Jenipapo, mostrando que tem história e paixão pelo enduro. “Comecei a disputar a prova em 2004. Corri algumas com meu pai, Luiz Lobão, e é sempre muito boa. Esse ano, de novo muita navegação e alguns trechos molhados que têm mais risco de quebra do equipamento, mas consegui terminar”, disse Lobão Filho que é hexa campeão piauiense de enduro de regularidade.

Na prova de bike, os mais de 220 atletas largaram às 8h da manhã e, como era esperado, muita água e lama em boa parte dos 83 km de prova, que valeram pelo Campeonato Piauiense de Mountain Bike Maratona, evento da Federação de Ciclismo do Piauí - FCP. Muitas equipes marcaram presença com muitos de seus atletas e estrutura,  entre elas equipes de Teresina, União, Altos, Barras, Campo Maior, Pedro II, Piripiri, Água Branca, Jaicós, Oeiras, Canto do Buriti e Caxias-MA. Umas das equipes que se destacaram na temporada 2022, sendo a campeã geral por equipe, é a The Brothers Team, de Teresina. A equipe conta com 45 ciclistas e levou 20 para competir no Desafio Enduro do Jenipapo. Com apenas dois anos de formação, a TBT tem atletas de ponta abocanhando títulos. A vice-presidente do TBT, Cláudia Gomes, que é ciclista e disputou o Jenipapo, disse que a equipe disputa provas em modalidades diferentes, como XC, XCP, Estrada. E as mulheres são fortes na equipe, como a campeã de 2022, Lia Roberta (Elite) e Valéria Alves da Silva (Master), esta que ficou em 2º lugar na prova deste domingo. Muitos atletas elogiaram a escolha do percurso, que privilegiou muitas passagens molhadas, riachos, belas fazendas e a região típica de Campo Maior, a terra dos carnaubais.

O atleta de Teresina Lucas Matos (Pedal Bikers Club) é um exemplo de superação quando se tem foco e amor ao esporte que ele migrou há apenas dois anos. Com vários títulos de campeão piauiense de enduro de regularidade e tricampeão do Rally Piocerá nas motos, Lucas buscou na pandemia as bikes para manter o condicionamento físico, mas acabou se filiando à FCP. No primeiro ano de campeonato, em 2021, foi campeão piauiense na categoria Máster A-1. Ano passado, vice-campeão na categoria Elite e este ano já mostra que vai dar trabalho aos concorrentes. Ele venceu o Jenipapo na sua estreia na categoria Máster A-2. “Entrei no ciclismo, principalmente correndo maratona, para auxiliar no meu preparo no motociclismo, mas a paixão pela bike e pela aventura da equipe me atraiu mais”, disse Lucas, que não fala em abandonar de vez os enduros de moto.

 O 36º Enduro do Jenipapo terá a realização da D+ Entretenimentos e Coprodução: X Brasil. Supervisão: Federação de Motociclismo do Piauí – FMP e Federação de Ciclismo do Piauí – FCP. Agência oficial: Pulse Propaganda. Patrocínio: Strada Turismo, Secretaria do Turismo do Piauí – Setur e Governo do Estado do Piauí. Apoio: Gera Watts Solar, Tech Performance e Colchão Ônix.

RESULTADO 36º DESAFIO ENDURO DO JENIPAPO

1ª E 2ª ETAPAS DO CAMPEONATO PIAUIENSE DE ENDURO DE REGULARIDADE – MOTOS

GRADUADO
1º - Lenilson Freitas Viana
2º - Lauro Rodolpho Lopes
3º - Gilmar Cipriano
4º - Luiz Lobão Filho
INTERMEDIÁRIO
1º - Francisco Matos Araújo
2º - Diogo Nogueira Nunes
3º - Tiago Bezerra
4º - Rieli Meneses Coelho
NOVATO
1º - Jardson Luz
2º - Ítalo Fontes Cunha
3º - Douglas Tarquino
4º - Rodrigo Barros
MOTO RALLY
1º - Ciro Barros
2º - Raphael Siqueira Mota
3º - José Fortes Filho
4º - Márcio Emídio
DUPLAS
1º - José Victor e Flávio Marcílio


1º ETAPA DO CAMPEONATO PIAUIENSE DE MOUNTAIN BIKE MARATONA
ELITE MASCULINO
1º - Yan Raniery Oliveira
2º - Emanuel Rabelo
3º - Francisco Édio da Silva
ELITE FEMININO
1º - Sabina Fraga Viana
2º - Halana Sampaio
3º - Naiara Silva Pierote
SUB-30 M
1º - Lynkelson Messias de Sousa
2º - Antonio Vicente Neto
3º - Carlos Gabriel
MÁSTER A-1 M
1º - Tales Moura
2º - Anderson Duarte
3º - Aloísio Ernesto da Costa
MÁSTER A-2 M
1º - Lucas Matos
2º - Edson Rodrigues da Silva
3º - Nilo Freitas Neto
MÁSTER A F
1º - Maria de Jesus de Carvalho
2º - Valéria Alves da Silva
3º - Laiane Lima
MÁSTER B-1 M
1º - Hugo Charles
2º - Luciano José da Conceição
3º - Oacy Roberto de Oliveira
MÁSTER B-2 M
1º - Lindomar Ferreira dos Santos
2º - Joceano Lustosa Alves
3º - Rogério Bezerra
MÁSTER B F
1º - Regina Cláudia Gomes
2º - Leila Maria de Matos
3º - Nídia Fernanda Caetano
MÁSTER C-1 M
1º - Jessé Silva Sousa
2º - Bonifácio Teixeira Lima
3º - Reinaldo Soares de Oliveira
MÁSTER C-2 M
1º - Fernando Soares de Oliveira
2º - Ronivaldo Costa e Silva
3º - Joselito Gomes da Silveira
MÁSTER C F
1º - Leila Sousa Nascimento
2º - Laurita da Silva
3º - Ilnama Castro
 MÁSTER D-1 M
1º - Edvaldo Santos e Silva
2º - Antonio Francisco de Oliveira
3º - Hélio Paz
MÁSTER D-2 M
1º - Walter Sirene
OPEN MASCULINO
1º - Ailton Pereira
2º - Antonio Guelvany
3º - André Monteiro
OPEN FEMININO
1º - Maria da Conceição Silva
2º - Danielle Lima Pio
3º - Natália Marinelli
PESADÃO
1º - Wellhington Gil
2º - Henrique Ferreira Soares
3º - Raimundo Inácio Filho
DUPLA MASCULINA
1º - Rogério Monteiro e Igor Diego
2º - Thiago dos Reis e Moisés de Brito
3º - Antonio José Cavalcante e Diego Sousa
DUPLA FEMININA
1º - Rosângela da Silva Santos e Simone Marinho
2º - Dávila Rayane e Neuma Sousa
DUPLA MISTA
1º - Maria dos Remédios Lopes e Helton Abreu
2º - Josilene da Silva Maciel e Francisco Cerqueira
3º - Tânia Viana e Matusalém Macedo


Da Redação
[email protected]

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais