Cidadeverde.com
Geral

Polícia Civil de MG atribui acidente que vitimou Marília Mendonça a erro dos pilotos

Imprimir

Foto: Will Dias/AgNews

 

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu o inquérito do acidente aéreo que matou a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas em novembro de 2021. De acordo com informações dadas em entrevista coletiva transmitida nesta quarta-feira, 4, a queda da aeronave foi causada por um erro dos pilotos, Geraldo Martins de Medeiros Junior e Tarcísio Pessoa Viana - que também morreram no acidente.

"A tripulação, por circunstâncias até então não justificáveis, atuou com negligência e com imprudência", afirmou um dos delegados responsável pelo caso. A polícia atribuiu o crime de homicídio culposo aos pilotos, mas pediu o arquivamento do caso por conta da morte de todos os que estavam a bordo da aeronave.

O laudo concluiu que o avião não tinha problemas técnicos e a Polícia Civil descartou um possível mal súbito dos pilotos. A aeronave se chocou contra a fiação de uma torre de transmissão em Caratinga, no interior de Minas Gerais, e caiu no solo.

O Cidadeverde.com entrou em contato com o advogado Sérgio Alonso, que representa a família do piloto piauiense Geraldo Medeiros, que se manifestou por meio de nota.

Confira a nota na íntegra:

"As conclusões da polícia de Caratinga não tem fundamento nas provas do inquérito e é até injuriosa com a imagem do Piloto e Copiloto.

Este acidente ocorreu porque a Cemig instalou a rede de alta tensão na reta final do aeródromo de Caratinga na altitude do tráfego padrão  que é de 1000 pés,cujo aeródromo não tinha Carta Visual de Aproximação.

Tanto isto é verdade que:

1-A Cemig seguin vcdo recomendação do CENIPA, sinalizou a linha em  01 de setembro de 2023;

2-O Descea fez a Carta de Aproximação Visual;

3-O Descea elevou a altitude do tráfego padrão de 1000 pés, para 1350 pés, uma vês que a altitude  do tráfego   padrão era a mesma da linha de transmissão.

Se tudo isto tivesse sido feito anteriormente, não teria ocorrido o acidente.

 

Foto: Reprodução/Facebook

Relembre o caso:

Marília Mendonça e mais 4 morrem em queda de avião no interior de MG

Piloto do avião que morreu na tragédia com Marília Mendonça é piauiense

"Meu maior medo era te perder", diz filha de piloto do avião de Marília Mendonça

 

Por Sabrina Legramandi, especial para o Estadão

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais