Cidadeverde.com

87% do público alvo ainda não foi vacinado contra gripe em Teresina

Imprimir

Foto: Arquivo/ Cidadeverde.com

De acordo com dados divulgados pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) até este domingo (21) foram aplicadas em Teresina o total de 34.054 doses de vacina contra a Influenza (gripe), atingindo apenas 13,85% da população alvo (323.616 pessoas).  

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até o fim de maio em todo o Brasil. Em Teresina, o imunizante está disponível para todos os públicos prioritários da campanha em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), dois postos drive thru e outras salas por toda a cidade.

Quem pode se vacinar?

Os grupos prioritários da campanha incluem crianças de seis meses a menores de seis anos, idosos, gestantes e puérperas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com deficiência, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas.

Importância de buscar vacinação

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, tem elevada transmissibilidade e com tendência a se disseminar facilmente, podendo ocasionar quadros leves a graves. Em situações onde ocorre agravamento dos casos, há necessidade de hospitalização.

A coordenadora de vacinação da FMS, Emanuelle Dias, pede as pessoas que procurem um local e garanta sua dose. Veja onde se vacinar abaixo. 

“Pessoas pertencentes aos grupos prioritários são aquelas mais suscetíveis às complicações da gripe, como hospitalizações e até o óbito. Por isso, é muito importante estar protegido”, pontua.

Local de vacinação?

Locais: Terminal Buenos Aires, Terminal Bela Vista
Horários: 9h às 17h
Públicos:
Idosos - 60 anos e mais
Gestantes e Puérperas
Professores
Caminhoneiros
Trabalhadores de transporte coletivo para passageiros urbanos e de longo prazo
Trabalhadores portuários
Trabalhadores da Saúde
Profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas
Pessoas com deficiência
Pessoas com doenças crônicas tão transmissíveis e outras condições clínicas especiais

 
Locais: Unidades Básicas de Saúde, maternidades municipais, Lineu Araújo, Posto médico-odontológico do CTT/UFPI. Hospital da Polícia Militar, Hospital do Mocambinho, Hospital Infantil Lucídio Portela
Horários: 8h às 12h e 13h às 17h
Públicos:
Crianças - 6 meses a menores de 6 anos
Idosos – 60 anos e mais
Gestantes e Puérperas
Professores
Caminhoneiros
Trabalhadores de transporte coletivo para passageiros urbanos e de longo prazo
Trabalhadores portuários
Trabalhadores de saúde
Profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas
Pessoas com deficiência
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

Local: Teresina Shopping - Edifício Garagem G3
Horário: 12h às 17h
Público:
Crianças - 6 meses a menores de 6 anos
Idosos – 60 anos e mais
Gestantes e Puérperas
Professores
Caminhoneiros
Trabalhadores de transporte coletivo para passageiros urbanos e de longo prazo
Trabalhadores portuários
Trabalhadores de saúde
Profissionais das forças de segurança e salvamento e das forças armadas
Pessoas com deficiência
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

Documentos necessários:
Cartão de Vacina
CPF ou Cartão do SUS
Documento que comprova a idade (idosos e crianças)
Cartão da Gestante, certidão ou declaração de nascimento da criança (gestantes e puérperas)
Contracheque dos últimos 3 meses (professores)
Documento que comprove condição de saúde (pessoas com deficiência ou doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais)
Documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista profissional do transporte rodoviário de cargas (caminhoneiro);
Documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista ou cobrador profissional do transporte de passageiros
Documento que comprove o exercício efetivo da função de trabalhador portuário
Documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço de saúde ou declaração emitida pelo serviço de saúde (trabalhador da saúde)
Documento que comprove vinculação ativa nas forças de segurança e salvamento ou forças armadas, ou apresentação de declaração emitida pelo serviço em que atua 

Da redação 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais