Cidadeverde.com

Familiares de enfermeira piauiense morta em suposta briga de trânsito no Ceará cobram justiça

Por Breno Moreno

Após a enfermeira piauiense Jandra Mayandra da Silva Soares, de 35 anos, ser assassinada em uma suposta briga de trânsito nesta quarta-feira (15) em Fortaleza, capital do Ceará, familiares cobraram celeridade na resolução do caso. Valdeirla Barbosa, prima da vítima, pediu agilidade das autoridades policiais na identificação do responsável pelo crime e sua punição.

“Era uma pessoa maravilhosa, que nunca fez mal a ninguém. Era evangélica, confiava e acreditava em Deus, e ontem infelizmente foi essa fatalidade com ela. Acho que era uma pessoa que não tinha coração. A gente pede justiça, que encontre essa pessoa para termos justiça. Sei que ela não volta mais, mas gente sabendo que a justiça foi feita, não é que a gente vai esquecer, vamos saber que ele vai ser punido”, disse. 

De acordo com a Polícia Militar do Ceará (PM-CE), Jandra Mayandra foi morta na Avenida Presidente Castelo Branco, no bairro Pirambu. A piauiense estava em um carro quando houve uma batida entre o veículo e uma motocicleta. Momentos depois, o condutor da moto seguiu o carro da enfermeira, sacou uma arma e efetuou diversos disparos de arma de fogo.

Jandra Mayandra foi atingida na cabeça, não resistiu aos ferimentos e faleceu. O motociclista ainda segue sem identificação. A piauiense era natural de Floriano, no sul do Piauí, e trabalhava na capital cearense. O Conselho Regional de Enfermagem (Coren) do Ceará lamentou a morte da enfermeira.

Em nota, a Secretaria de Segurança do Ceará informou que as investigações estão a cargo da 8ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (8ª DHPP) e que a perícia foi acionada. Também deixou o contato para possíveis denúncias.

Veja nota na íntegra: 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que equipes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas, nessa quarta-feira (15), para uma ocorrência de homicídio no bairro Pirambu - Área Integrada de Segurança 8 (AIS 8) da Capital. De acordo com as primeiras informações policiais, a vítima de sexo feminino, ainda não identificada formalmente, foi morta por disparos de arma de fogo após uma suposta discussão no trânsito. Uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada e compareceu ao local da ocorrência, onde foram colhidos indícios que subsidiarão os trabalhos policiais. As investigações estão a cargo da 8ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (8ª DHPP) da Polícia Civil.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85)3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.  

As informações também podem ser encaminhadas para o telefone (85)3257-4807, do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais