Cidadeverde.com
Entretenimento

Morre, no Rio Grande do Norte, baixista da banda Calcinha Preta

Imprimir

Foi transladado às 2 horas da madrugada de hoje em um veículo da Funerária Santa Clara para Aracaju, o corpo de Gilson Pereira de Almeida (Gilson Batata), baixista da banda Calcinha Preta, que morreu ontem à noite em Caicó.


Casado, natural de Ribeirão do Pombal (BA), iria completar 48 anos de idade no dia 10 de maio. Integrava a Banda Calcinha Preta desde a fundação. O atestado de óbito apontou que o músico morreu de insuficiência respiratória aguda e infarto agudo do miocárdio.

Desde a manhã de ontem que Gilson reclamava de mal-estar, mas não pensava que estivesse ligado a problemas cardíacos e sim estomacais. No início da noite, antes de seguir para o Iate Clube onde a banda iria se apresentar, ele foi convencido pela produtora Luzziane Oliveira dos Santos, a ir de táxi até o Pronto Atendimento da Unimed.


Lá uma auxiliar de enfermagem verificou a pressão arterial que estava alta  e o mesmo foi atendido pelo médico plantonista. Foi medicado e ficou em observação médica. Levantou-se da cama e foi ao banheiro onde caiu morto.


O médico plantonista Tiago Dias e auxiliares de enfermagem tentaram reanimá-lo mas não conseguiram. Às 19 horas e 40 minutos foi confirmada sua morte. O sepultamento de Gilson Batata será realizado em Aracaju.




Fonte: www.forrodicumforca.com/

Imprimir