Cidadeverde.com
Esporte

Palmeiras tropeça no lanterna e praticamente dá adeus ao Paulistão

Imprimir
O sonho do Palmeiras de chegar às semifinais do Campeonato Paulista acabou na noite desta quarta-feira. Na Fonte Luminosa, a equipe empatou por 2 a 2 com o Rio Branco, que iniciou a rodada como lanterna. Restando três rodadas na competição, o time agora se volta para a disputa da Copa do Brasil.



Com o resultado, o Palmeiras chega a 23 pontos - pontuação que matematicamente ainda não o elimina. Já o Rio Branco vai para 12 pontos. Ambos voltam a campo no próximo sábado. A equipe alviverde recebe o Mirassol no Estádio Palestra Itália, enquanto o time de Americana visita o Paulista, em Jundiaí.

O jogo

Sem nenhuma surpresa, o técnico Antônio Carlos Zago escalou o Palmeiras com o retorno do zagueiro Léo e do lateral esquerdo Eduardo improvisado na direita mais uma vez. Mesmo com a recuperação de Lincoln, o meia começou a partida apenas como opção no banco de reservas, e Diego Souza foi titular.

Quando a bola rolou, o Palmeiras se propôs a adiantar a marcação e partiu para o abafa. Nos primeiros minutos, Ewerthon arriscou dois chutes de fora da área, mas sem muita força. Em seguida, Cleiton Xavier cobrou escanteio pela direita e encontrou Diego Souza, que cabeceou no travessão do Rio Branco.

Aos 17 minutos, os dois meias voltaram a trabalhar em conjunto. Cleiton se enfiou entre três marcadores e, mesmo assim, achou espaço para deixar Diego na cara do gol. O camisa 7 entrou sozinho na área e tocou firme no canto esquerdo do goleiro Cristiano, inaugurando o marcador na Fonte Luminosa.

O que parecia domínio palmeirense desapareceu três minutos depois do gol. Aproveitando a subida de Armero ao ataque, Jobinho avançou pela lateral direita, chegou à linha de fundo e cruzou para o meio da área. Mal marcado, Alex Terra se esticou e, caindo, empurrou para a rede, empatando o placar.

Precisando da vitória, o Palmeiras manteve a postura de subir com os dois laterais o tempo todo. O desequilíbrio na marcação custou a virada ainda aos 23 minutos do primeiro tempo. Romarinho avançou nas costas de Armero, recebeu bom passe ao invadir a área e tocou na saída de Marcos.

A salvação alviverde no primeiro tempo chegou pelos pés de Ewerthon, aos 33 minutos. O atacante foi acionado por Cleiton Xavier na intermediária, tabelou com Robert, que segurou o zagueiro de costas para devolver o passe, e fuzilou Cristiano. Foi o segundo gol de Ewerthon em sua quarta partida no Palmeiras.

No intervalo, Zago sacou o lateral Eduardo para a entrada de Lincoln. Com isso, Márcio Araújo foi deslocado na direita. O meia aumentou a poder ofensivo do time, que pecava ao finalizar. Com poucos minutos do segundo tempo, Ewerthon, com um desconforto na virilha, foi substituído por Lenny.

O Rio Branco passou a jogar recuado, mas o Palmeiras não se aproveitou. Ao final do jogo, as duas equipes terminaram com dez homens - Lenny deixou o campo contundido, enquanto Maurim foi expulso - e apenas um ponto. Resultado ruim para ambas, que se complicam ainda mais no campeonato.


FICHA TÉCNICA - RIO BRANCO 2 X 2 PALMEIRAS

Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 24 de março de 2010 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Osny Antônio Silveira e Ricardo Pavanelli Lanutto

Cartões amarelos: Cristiano, Vinícius, Airton, Márcio Carioca e César (Rio Branco); Eduardo, Pierre, Diego Souza
Cartão vermelho: Maurim (Rio Branco)

Gols:
RIO BRANCO: Alex, aos 20, e Romarinho, aos 23 minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Diego Souza, aos 17, e Ewerthon, aos 33 minutos do primeiro tempo

RIO BRANCO: Cristiano; Márcio, Vinícius, Airton e Maurim; Márcio Carioca, César, Francisco Alex (Ricardo) e Romarinho (Guaraci); Jobinho (Carlinhos) e Alex Terra
Técnico: Marcos Ribas

PALMEIRAS: Marcos; Eduardo (Lincoln), Danilo, Léo, Armero; Pierre, Márcio Araújo, Diego Souza, Cleiton Xavier; Ewerthon (Lenny) e Robert (Vinícius)
Técnico: Antônio Carlos Zago


Fonte: IG
Imprimir