Cidadeverde.com
Política

Advogado do PI integra lista sêxtupla para vaga de ministro do STJ

Imprimir
O advogado Mário Roberto Pereira de Araújo foi indicado neste domingo (12) em lista sêxtupla para vaga de ministro to Superior Tribunal de Justiça - STJ. A votação foi encerrada às 22h15min depois de dois dias de sessão extraordinária do Pleno do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Pernambucano de Recife, 42 anos, Mário pertence à seccional Piauí da OAB.


Foram formuladas três listas sêxtuplas para vagas destinadas à advocacia, em função das aposentadorias dos ministros Antônio de Pádua Ribeiro, Humberto Gomes de Barros e Nilson Naves. Concorreram 41 candidatos de todo o país, que defenderam suas candidaturas oralmente. Os 18 nomes escolhidos integram três listas que serão encaminhadas ao STJ.O Tribunal reduzirá cada relação a três nomes. O presidente da República escolherá os três ministros. O Senado irá sabatinar os indicados e deve aprová-los antes da nomeação. 

Veja as listas sêxtuplas do Conselho Federal da OAB, por ordem de votação:

1ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Antonio de Pádua Ribeiro: Edson Vieira Abdala (PR), Carlos Alberto Menezes (SE), Márcio Kayatt (SP), Alexandre Honoré Marie Thiollier Filho (SP), Ovídio Martins de Araújo (GO) e Antonio Carlos Ferreira (SP).

2ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Humberto Gomes de Barros: Fábio Costa Ferrario de Almeida (AL), Rodrigo Lins e Silva Cândido de Oliveira (RJ), Aniello Miranda Aufiero (AM), Sebastião Alves dos Reis Junior (DF), Rogério Magnus Varela Gonçalves (PB) e Alde da Costa Santos Junior (DF).

3ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Nilson Naves: Bruno Espiñeira Lemos (BA), Reynaldo Andrade da Silveira (PA), Mário Roberto Pereira de Araújo (PI), Elarmin Miranda (MT), Esdras Dantas de Souza (DF), Ricardo Villas Bôas Cueva (SP).

Currículo
Mário Araújo estudou em São Luís/MA e Teresina, no colégio Diocesano. Formou-se em Direito pela Unifor, no Ceará, e fez pós-graduação em Santa Catarina. Na OAB Piauí, já foi presidente da comissão de recursos do Exame de Ordem, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados, suplente do Conselho Federal da OAB e dice-Presidente da Comissão Nacional de Sociedades de Advogados da mesma entidade, entre outras atividades.
                                                      
Fábio Lima
Imprimir