Cidadeverde.com
Últimas

Quadro de policial militar baleado na cabeça segue gravíssimo, diz médico

Imprimir
Não houve melhoras no estado de saúde do policial militar Paulo Barbosa de Mesquita, 35 anos, baleado na cabeça durante um assalto a uma agência dos Correios no bairro Itararé na manhã da última sexta-feira (5). A vítima continua internada no Prontomed. 



Embora tenha sido divulgado que o policial estava com morte cerebral, Mendes, é cauteloso e diz que é preciso da constatação por neurologistas. "Ainda não se pode constatar a morte cerebral", pondera. 

O policial teve o olho atingido pelo projétil que chegou a atingir a parte frontal do seu cérebro, que é responsável por todas as funções vitais, como respiração e pressão arterial. A próxima avaliação médica deve acontecer às 14h deste domingo. 

Carlos Lustosa Filho
Imprimir