Cidadeverde.com
Geral

Policial militar morto em tentativa de assalto será velado no 8º Batalhão

Imprimir
O policial militar Paulo Barbosa de Mesquita, 35 anos, teve morte decretada às 14h deste domingo (7). Ele foi baleado na cabeça durante tentativa de assalto na zona Sudeste de Teresina na última sexta-feira. O Instituto Médico Legal (IML) já recebeu o corpo para exame de laudo cadavérico.


Mesquita era lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar e tentou impedir o assalto a uma agência dos Correios no bairro Parque Itararé. Ele foi atingido com um tiro que acertou o olho direito e perfurou seu crânio. Submetido a uma cirurgia no Hospital de Urgências de Teresina (HUT), o policial foi transferido para a UTI do hospital Prontomed, onde no sábado um boletim chegou a indicar morte cerebral.  Nas últimas horas, o chefe da UTI confirmou que o paciente era mantido vivo com ajuda de aparelhos.

Três suspeitos de participação no assalto foram detidos e levados para a Polícia Federal, que atua nos crimes envolvendo órgãos e empresas federais. A ação na sexta-feira mobilizou todos os grupamentos da PM, além das polícias Civil e Rodoviária Federal.

O coronel Manoel Almeida, do 8º Batalhão, confirmou ao Cidadeverde.com que o velório ocorrerá primeiro na casa da mãe de Paulo Mesquita, no conjunto Dirceu Arcoverde II, zona Sudeste. Depois, o corpo será velado no 8º BPM, no Dirceu I.

Fábio Lima
Imprimir