Cidadeverde.com
Geral

RONE e Ronda Cidadão retiram viaturas das ruas de Teresina

Imprimir

Policiais militares começam deflagraram a Operação Tolerância Zero e vão retirar das ruas de Teresina viaturas do Ronda Cidadão e da Rone. Também está programada uma manifestação em frente ao quartel da Rone, às 17h30. Os bombeiros também participam do protesto.


Segundo o capitão Evandro Rodrigues, presidente da Associação dos oficiais, afirma que a categoria está trabalhando de forma irregular.



"O Código Brasileiro de Trânsito diz que é crime entregar viaturas a pessoas não habilitadas. Os PMs trabalham sem colete a prova de balas, sem munição e sem armas. É obrigação do Estado fornecer esse material. Mesmo com salário de miséria, alguns poucos conseguem comprar colete e armas", explica o capitão.


Evandro exemplifica o perigo a que são submetidos os policiais com a morte do soldado Paulo Barbosa de Mesquita, ocorrida nesta semana durante assalto a uma agência dos Correios, e a morte do sargento Rodrigues, que tinha acabado de comprar um colete a prova de balas, mas não havia recebido ainda.


Além da exigência de equipamentos, os policiais querem a igualdade salarial com a polícia civil. O capitão explica que não é uma vinculação, mas somente que sejam tomados como base os valores.


Durante a vigência da paralisação, somente serão atendidas ocorrências mais graves, como homicídios, latrocínios, assaltos e estupros, casos que coloquem a vida da população em risco.


Matérias relacionadas
Policiais e bombeiros fazem manifestação no Karnak por salários
Bombeiros e PMs querem equiparar salários com a Polícia Civil



Leilane Nunes
[email protected]

Imprimir