Cidadeverde.com

Serviços gerais é preso suspeito de torturar esposa, enteados e mantê-los em cárcere privado

Foto: Google Maps

Uma família que era mantida em cárcere privado em Oeiras (a 313 km de Teresina) foi libertada na última terça-feira(24). O suspeito, o auxiliar de serviços gerais Valterlan de Jesus Paz Xavier, é companheiro e padrasto das vítimas. Ele foi preso em flagrante depois que a companheira o denunciou.

De acordo com o delegado regional de Oeiras, Antônio Nilton, o suspeito mantinha a esposa e os dois enteados em cárcere, além de estuprar a esposa e a enteada de 15 anos e submetê-la a agressões e queimaduras. Os crimes já duravam cerca de dois meses. 

“Valterlan torturava a companheira física e psicologicamente. Segundo o que foi relatado por ela na delegacia, Valterlan a trancava em casa, onde a submetia a agressões, socos, queimaduras de cigarro e abusos sexuais diversos, o que levou a mesma a atitude extrema de tentar suicídio” , explicou o delegado. 

Com a medida extrema da vítima, o suspeito a levou para atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento de Oeiras, de onde foi encaminhada ao Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) para tratamento psicológico. No atendimento, a mulher teria relatado os abusos sofridos por ela e os filhos. 

Com a revelação da vítima, a polícia foi acionada e conseguiu prender Valterlan em flagrante.
 
O delegado Antônio Nilton informou ainda que os depoimentos das vítimas não deixam dúvidas sobre os crimes cometidos, supostamente, pelo marido e pai, que é natural de Colônia do Piauí.  

“Pelas informações já colhidas o preso deve ser indiciado por sequestro, cárcere privado, estupro e tortura”, destacou.  

 

Valmir Macedo e Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com