Cidadeverde.com

Ano letivo tem início em Oeiras com reformas e ampliação de escolas

A Prefeitura de Oeiras deu início nesta quarta-feira, 05, ao ano letivo das escolas da rede municipal de ensino. Pela manhã, o prefeito José Raimundo e a secretária municipal de Educação, Tiana Tapety, estiveram nas escolas Mercês Romão, no Bairro Rosário, e Dom Edilberto, no Bairro Jureminha, entregando obras de reforma e ampliação.

Zé Raimundo destaca que, para requalificar os espaços e acolher bem os estudantes, as unidades de ensino do município passam periodicamente por reformas. “As reformas são para que o aprendizado nas escolas municipais seja cada vez melhor. Nosso foco está em trabalhar para continuar oferecendo uma educação de qualidade, que transforme a vida das nossas crianças e adolescentes”, destaca Zé Raimundo, acrescentando que, com ambientes confortáveis e pensados para promover a integração, as escolas do município estão atraindo cada vez mais os estudantes.

A secretária municipal de Educação lembra que, desde 2017, o município de Oeiras tem investido na realização de melhorias de infraestrutura em todas as escolas da rede, trabalhando para assegurar uma educação inclusiva, de qualidade, garantindo oportunidade de aprendizagem para todos. “Temos feito melhorias educacionais em estruturas físicas desde 2017 e o ano passado foi marcado por muitas reformas. Este ano, estamos concluindo este trabalho, fazendo a entrega de melhorias em 20 escolas, onde estamos retomando as obras e fazendo mais melhorias”, pontua Tiana Tapety.

Escolas de Tempo Integral

Este ano, a rede municipal de ensino de Oeiras passa a contar com quatro escolas de Tempo Integral – Dom Edilberto, na zona urbana; Canto Fazenda Frade, Agrotécnica e Malhada Grande, na zona rural. As escolas possuem uma dinâmica integrada, oferecendo além das disciplinas regulares, as oficinas dos Núcleos de Cultura, refeições e aulas de reforço no contraturno, que fortalecem as habilidades e competências dos alunos nas atividades de leitura e escrita.

“As escolas de Tempo Integral são para atender melhor as crianças que vivem em zonas de vulnerabilidade. É uma escola trabalha a criança na sua integralidade e que é de Tempo Integral, porque a criança passa o dia inteiro nela. Eles chegam às 7h da manhã e só vão para casa às 17h40, depois das aulas dos Núcleos de Cultura. À tarde tem o reforço escolar e as oficinas culturais. Além disso, eles têm acesso a três refeições na escola, sendo dois lanches e o almoço”, explica Tiana Tapety.

Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs)

A gestora informa que, além das escolas de tempo integral, o município de Oeiras também está investindo na criação de Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). “É meta do Plano Municipal de Educação, que está em consonância com o Plano Nacional, o investimento na formação dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs)”, comenta.

Os CMEIs vão contribuir para a qualidade da formação das crianças, proporcionando a elas mais segurança e conforto. “Vamos concluir um CMEI no mês de abril, no Bairro Várzea, e estamos fazendo toda organização e adaptação da Escola Municipal Mercês Romão. Serão duas escolas de referência só para a Educação Infantil, funcionando manhã e tarde, recebendo crianças de 1 ano e nove meses até 5 anos e 11 meses”, planeja Tiana Tapety.

 Da Redação
[email protected]