Cidadeverde.com

Sem procissões, Semana Santa de Oeiras terá mudanças neste ano

As tradicionais celebrações da Semana Santa em Oeiras - como a Procissão do Fogaréu - serão diferentes neste ano devido ao isolamento social para conter a pandemia do coronavírus no Brasil, que também atingiu o Piauí. O bispo diocesano de Oeiras, Dom Edilson Soares Nobre, informou, inclusive, que as missas serão transmitidas via internet. Oeiras, conhecida como a capital da Fé, chega a receber mais de 15 mil pessoas no decorrer da Semana Santa. 

"(Em Oeiras) não será como o de costume: temos que comunicar aos fieis e devotos que não teremos aquela bonita Procissão de Bom Jesus dos Passos e não teremos a Procissão do Fogaréu. Não teremos nenhum evento com aglomerado de pessoas. Vai ser uma experiência nova para todos nós", disse Dom Edilson.

Dom Edilson ressalta que todos os atos poderão ser acompanhados pelos veículos de comunicação e que conta com a participação de todos para dar vida a esse momento tão significativo para a prática cristã.  

"No dia do Fogaréu, por exemplo, não teremos a procissão, mas, nessa noite, às 20 horas, nós vamos pedir que as famílias coloquem suas tochas em frente as suas casas para manter o clima. Assim, a cada dia daquilo que nós iremos fazer, vamos pedir um sinal por parte da comunidade para que o evento seja realizado, seja celebrado, e a mística da Semana Santa que é tão forte, significativa e indispensável na nossa vida seja mantida"

As mudanças também atingem a economia do município. As procissões atraem diversos visitantes e movimentam o turismo religioso na cidade, que ostenta o título de Patrimônio Cultural Brasileiro. Além disso, muitas famílias aproveitam o momento para ganhar uma renda extra com a venda de comidas, bebidas e de produtos religiosos, incluindo a movimentação nos hoteis e pousadas. 


Foto: Jorge Bastos/Governo do Piauí

 

Carlienne Carpaso
[email protected]