Cidadeverde.com

Maurício de Sousa será homenageado na III Feira Literária de Oeiras

Durante o evento de formação de gestores das escolas municipais para o segundo semestre de 2015, em Oeiras, a prefeitura da cidade lançou oficialmente a terceira edição da FLOR (Feira Literária de Oeiras), que tem como propósito inserir crianças e adolescentes no universo mágico da leitura. O escritor Maurício de Sousa será o homenageado da vez. 

Ao todo, 77 docentes participaram do evento, entre eles diretores, coordenadores e supervisores de ensino. O encontro teve ainda como objetivo garantir o desenvolvimento profissional e melhoria das ações pedagógicas e administrativas. 

Para a secretária municipal de Educação, Tiana Tapety, a realização de um evento dessa natureza oportuniza aos gestores terem mais traquejo no que se trata de planejamento, organização curricular, avaliação e gestão da educação escolar.

“Com o intuito intenso de formar leitores, idealizamos para o ano de 2015 o projeto “Aprendendo com Maurício de Sousa”, projeto esse que proporcionará uma viagem pelo mundo imaginário dos gibis por meio dos personagens do autor, onde os leitores irão vivenciar ricas experiências de leituras através de textos e contextos presentes nas histórias em quadrinho mais lidos no Brasil”, destacou Tiana Tapety durante a sua apresentação.

A FLOR teve início em 2013 com as Reinações de Narizinho e a turma do Sítio do Pica Pau Amarelo de Monteiro Lobato; em 2014 os alunos da rede municipal enveredaram pelo mundo genial de Ziraldo e seu Menino Maluquinho; e este ano a Turma da Mônica e de seu criador, Maurício de Sousa, devem tomar conta do evento literário.

Durante o evento foram realizadas diversas atividades, favorecendo aos participantes a trocas de informações e aquisição de estratégias que venham contribuir para o desenvolvimento da educação no município de Oeiras. Entre esses momentos, o evento contou com a participação das professoras Rita Campos e Maria do Espirito Santo Rêgo, que falaram de suas experiências como gestoras e educadoras durante anos em escolas públicas da sociedade oeirense.

 

Da Editoria de Cidades
redacao@cidadeverde.com