Cidadeverde.com

Emater realiza em Oeiras encontro de avaliação das ações no Semiárido piauiense

O Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater) realizou, no período de 04 a 06 de outubro, em Oeiras, o encontro de avaliação das ações promovidas pelo instituto no âmbito do Projeto Viva o Semiárido. No sentido de otimizar os resultados, o encontro foi dividido em duas etapas, reunindo coordenadores dos escritórios no primeiro dia, e o corpo técnico na segunda parte do evento.

Na primeira etapa do encontro, participaram os coordenadores regionais dos municípios de Picos, Valença e São Joao do Piauí; o diretor-geral do Emater, Marcos Vinicius; o diretor técnico Clébio Coutinho; a diretora administrativa Eliane Carvalho; o diretor de Educação Kalil Luz e a equipe do Projeto Viva o Semiárido/Emater. Para esse momento, a equipe dialogou sobre as principais dificuldades e soluções para superá-las.

Para tanto, Marcos Vinicius destacou a importância da diretoria do instituto ir aos escritórios locais para acompanhar de perto os trabalhos executados pelos técnicos no interior do estado, os problemas existentes e os avanços conquistados ao longo do ano.  “Parabenizo aos técnicos pelos trabalhos. É importante comentar que cada coordenador regional é um representante legal da diretoria. Nesse sentido, queremos alinhar as informações, para que possamos atender mais ainda os agricultores do nosso Piauí. Onde temos um coordenador regional atuante, as coisas ocorrem com naturalidade. O dia de hoje, com a presença dos gestores, é para dialogar. Refletindo as ações dentro dos regionais para promover a melhoria da Assistência Técnica e Extensão pública”, disse o gestor.

A segunda etapa do encontro foi destinada à apresentação dos projetos acompanhados pelo Emater que, além de órgão coexecutor do PVSA, é também responsável pela elaboração de um terço dos planos de negócios. Participaram desse momento 50 técnicos dos municípios atendidos pelo projeto, que fizeram, ao longo do dia, a explanação dos planos de negócios, o número de famílias beneficiadas e o aporte de recursos.

Viva o Semiárido 

O Programa Viva o Semiárido pretende contribuir com a redução da pobreza rural do Semiárido, buscando o fortalecimento de associações de pequenos agricultores em 89 municípios dos territórios do Vale do Sambito, Vale do Rio Guariba, Vale do Rio Canindé, Serra da Capivara e Vale do Rio Itaim.

O coordenador do Viva o Semiárido, André Rocha, explica que, com esse evento, o instituto cumpre o cronograma de ações, e que a ideia principal é promover uma sintonia entre os técnicos sobre todos os planos de negócios do PVSA. “Atualmente, temos 42 planos de negócios elaborados, 18 com recursos em conta e já em execução. Tivemos a oportunidade de acompanhar as dificuldades de cada técnico, buscando juntas formas de contorna-los”, finalizou Rocha.

Projetos em execução pelo Emater com recursos liberados

Regional de Oeiras
A equipe técnica do Emater está executando nos municípios de Oeiras, Santo Inácio do Piauí, São Francisco de Assis do Piauí e Bela Vista do Piauí, oito projetos nas cadeias produtivas de ovinocaprinocultura, avicultura caipira de corte, apicultura e casa de farinha. Ao todo, serão injetados, por meio do Projeto Viva o Semiárido, mais de um milhão e meio de reais para mais de 200 famílias.  

Regional de São João do Piauí
 São mais de 100 famílias beneficiadas nos municípios de São João do Piauí, Bela Vista do Piauí e São Francisco de Assis, somando mais de R$700 mil nas cadeias produtivas da mandiocultura, ovinocaprincultura e apicultura.

Regional de Picos
Nesta regional, atualmente existem dois projetos em execução com recursos liberados. Serão beneficiadas 36 famílias nas cadeias produtivas da caprinocultura e piscicultura nos municípios de Vera Mendes e Itainópolis, com recursos estimados em mais de R$ 300 mil. 

Regional de Paulistana
Estão sendo executados  quatro planos de negócios nos municípios  de Queimada Nova e Paulistana, beneficiando a  mais de 100 famílias com um aporte de recursos de quase R$ 600 mil.

 

cidades@cidadeverde.com