Cidadeverde.com

Educanvisa leva conhecimento sobre saúde e meio ambiente aos alunos da rede municipal de Oeiras

Uso racional de medicamentos, alimentação e hábitos de vida saudáveis, vigilância sanitária, higiene pessoal e cuidados com o meio ambiente são alguns dos temas trabalhados, em sala de aula, por professores da rede municipal de ensino no projeto Educanvisa. Desenvolvido pela Prefeitura de Oeiras, através de uma parceria entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e Saúde (Semusa), o projeto está em seu terceiro ano de execução na cidade – já tendo atingido notoriedade nacional em Brasília pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, órgão vinculado ao Ministério da Saúde.

A proposta do Educanvisa é que os estudantes orientarem a família e a população local a partir dos conhecimentos adquiridos através das atividades do projeto. “Estamos dando continuidade a projetos executados com êxito no município e o Educanvisa é um deles. Está sendo desenvolvido nas escolas da rede municipal, trabalhando desde orientações sobre higiene pessoal até medidas e cuidados com o meio ambiente”, ressalta a secretária de Educação, Tiana Tapety.

Outra iniciativa em andamento nas escolas do município é o Programa Escola e Família, que promove momentos de interação entre docentes e responsáveis pelos alunos. Na zona rural, a secretária destaca que está sendo realizado um intenso monitoramento educacional, feito por coordenadores e técnicos da Semed. “Nosso objetivo é acompanhar de perto o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem, sobretudo, nas escolas rurais”, frisa Tiana Tapety.

Escolas terão brinquedotecas

A secretária comenta também que a Semed está fazendo investimentos em mobiliário e equipamentos de infraestrutura para as escolas, com a aquisição de novas carteiras, bebedouros, ventiladores e materiais para cozinha. Além disso, a gestora adianta que, em breve, serão implantadas brinquedotecas nas escolas de Educação Infantil. Segundo ela, a instalação dos dispositivos com brinquedos e jogos pedagógicos favorece as atividades lúdicas e amplia as possibilidades de aprendizado. 

“Estamos organizando a rede de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), que norteia todas as nossas ações, desde a lotação dos docentes obedecendo os editais de concursos de cada servidor, até o desenvolvimento do Ensino e Aprendizagem, garantindo o aos estudantes o direito de aprender preconizado pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular)”, finaliza a secretária.

As aulas da rede municipal de ensino tiveram início no dia 05 de fevereiro. Cerca de 6 mil estudantes estão matriculados nas 30 escolas municipais de Oeiras.

Fonte: Ascom