Cidadeverde.com

Oeiras promove ações educativas de enfrentamento ao Aedes aegypti

O final de semana foi de ações educativas de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti – responsável pela transmissão da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. Na sexta-feira, 11, a Prefeitura de Oeiras, através da parceria entre as Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Obras, realizou uma mobilização na Escola Municipal Agrotécnica, no Bairro Uberaba.

O ato contou com a participação de alunos e professores da escola e de agentes de endemias, que organizaram uma caminhada para sensibilizar os moradores da comunidade sobre a importância do combate à proliferação do mosquito. Durante a mobilização, a população do bairro recebeu orientações sobre o armazenamento correto do lixo para evitar que os recipientes se tornem criadouros para o mosquito, e foi feito mutirão de limpeza, coordenado pelos agentes de endemias.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, com o final do período chuvoso, aumenta o índice de infestação predial na zona urbana e, apesar desse diagnóstico ser um aliado importante para a Saúde, a eficácia do trabalho de prevenção e combate ao Aedes aegypti depende da contribuição dos moradores.

A ação desenvolvida faz parte do Projeto Educanvisa, parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e Vigilância Sanitária, e da Campanha Municipal de Combate ao Aedes aegypti, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, que desenvolve ações constantes de combate ao mosquito, principalmente de prevenção, seguindo os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde – entre elas: mutirões de combate ao Aedes, realizados em todos os bairros da cidade; a intensificação das visitas domiciliares e controle vetorial nos imóveis, além de parcerias com diversos segmentos da sociedade.

No sábado, 12, aconteceu a culminância do projeto Educanvisa. Desenvolvido em todas as escolas da rede municipal de ensino, o projeto teve como tema central ‘Meio Ambiente: Proteção da Fauna’. Dentro da temática foi abordado o combate ao mosquito. A proposta do Educanvisa é que os estudantes orientarem a família e a população local a partir dos conhecimentos adquiridos através das atividades do projeto. 

Fonte: Ascom