Cidadeverde.com

‘Capital da Educação’, Oeiras supera Teresina e atinge nota 7.1 no IDEB

O desempenho das escolas da rede municipal de Oeiras melhorou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), principal avaliação da qualidade da educação no país. A nota do município subiu de 5.4, em 2015, para 7.1, em 2017 – superando, inclusive, a capital do Estado, Teresina. Os dados são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), nesta quinta-feira, 30. As provas foram realizadas no ano passado em todo o país.

Segundo a secretária municipal de Educação, Tiana Tapety, o resultado do IDEB mostra que o município ultrapassou as médias nacionais nos anos iniciais (1º ao 5º ano) e anos finais (6º a 9º ano) do Ensino Fundamental. “Oeiras é a capital da Educação do Piauí. Essa conquista é dos oeirenses que acreditam que trabalhando a gente faz educação municipal com qualidade. Gratidão a todos que nos ajudaram a chegar até aqui”, celebra a secretária, destacando que os números mostram o resultado do trabalho que vem sendo feito tanto na qualificação e valorização do professor, quanto no estímulo aos alunos dentro e fora de sala de aula. 

O IDEB é um indicador geral da educação nas redes privada e pública, composto pelo desempenho dos alunos em avaliações de português e matemática e pelas taxas de aprovação. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio.

O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça é preciso que o estudante aprenda, não repita o ano e frequente as aulas. O indicador é calculado para escolas e para sistemas de ensino que monitoram o seu desempenho em relação a metas individuais pactuadas com o governo federal. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o IDEB.

Fonte: Ascom