Cidadeverde.com

Oeiras realiza ação pelo Combate à Exploração de Crianças e Adolescentes

O 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Para marcar a data, a Prefeitura de Oeiras, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), e intermédio do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) e Conselho Tutelar, realizou nesta sexta-feira, 17, uma grande mobilização, na Praça de Eventos. A atividade também contou com a parceira da Secretaria Municipal de Juventude e reuniu profissionais da rede de proteção à criança e ao adolescente e centenas de estudantes da rede pública.

O objetivo do evento foi promover uma ação de prevenção e enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes no município de Oeiras, apresentar os serviços existentes na rede de proteção e sensibilizar a população quanto a importância da denúncia nos casos de abuso ou exploração sexual desse público.

A SEMAS informa que o combate ao abuso e exploração sexual de menores é uma pauta cotidiana da rede de assistência social do município de Oeiras. Durante o mês de maio, as ações são intensificadas dentro de uma programação, desenvolvida pelas equipes do CREAS e Conselho Tutelar. Ao longo do mês, eles levaram para escolas da cidade o debate sobre o assunto, através de palestras e exibição de sessões do curta-metragem “O Silêncio de Lara”, que aborda a temática, contribuindo para a prevenção de abusos e denúncia dos agressores.

O filme foi exibido para estudantes do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Escola Municipal Visconde da Parnaíba, Escola Municipal Juarez Tapety e CETI Pedro Sá. Nesta sexta-feira, durante a culminância do projeto, os alunos dessas escolas realizaram uma série de apresentações artísticas – paródias, jogral, dança, poesias e encenações – com o propósito de mobilizar e conscientizar a sociedade a participar da luta contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

Além as apresentações artísticas, aconteceu a entrega de uma premiação para os estudantes que obtiverem o melhor desempenho na elaboração de uma redação sobre a temática do 18 de maio. Os autores dos melhores textos foram premiados com R$ 150, cada.

Em 2018, 17 de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes foram acompanhados pelo CREAS, segundo levantamento feito pela instituição. Este ano, já são 04 casos notificados.