Cidadeverde.com

Em postagem, irmão diz que ama advogada: "uma princesa"

Fotos: Reprodução Facebook

A prisão do jornalista João Paulo Mourão, suspeito de matar a própria irmã, a advogada Izadora Santos Mourão, 41 anos, dentro de casa, surpreendeu a todos, porque pelo menos nas redes sociais, ambos demonstravam amor recíproco. A advogada foi morta com golpes de faca na manhã do último sábado (13) em Pedro II, a 195 km ao Norte de Teresina.

Em uma postagem no dia 05 de novembro do ano passado, João Paulo parabeniza a irmã por seu aniversário e dizia amá-la. Não há resposta da advogada: 

Izadora Mourão

Nessa Semana foi o Aniversário da minha linda Irmã

Bonita, Inteligente, Educada, Humilde , Carinhosa, Excelente Filha, Mãe amorosa, e acima de tudo dona de um Coração puro e cheio dos mais bonitos sentimentos????
Te amo ????
Deus te abençoe Princesa !!!!!!!!!!! 

Outras postagens no perfil do Facebook tanto de Izadora como do próprio João Paulo demonstravam amor recíproco. 

João Paulo chegou a dar uma entrevista contando a versão dele sobre a morte da irmã, que teria sido depois da visita de uma falsa vendedora de roupas.

O jornalista foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde prestou depoimento, mas não teria confessado o crime. A polícia investiga se outros familiares estariam envolvidos no crime.

 

Caroline Oliveira
[email protected]