Cidadeverde.com

Polícia apreende supermaconha e drogas sintéticas em Pedro II; três são presos

A Polícia Civil apreendeu nesta sexta-feira (20), em Pedro II (206 km de Teresina), duas plantações de skunk, droga conhecida como supermaconha, que estava sendo cultivada em estufas. Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e três pessoas acabaram presas em flagrante durante a operação. 

A apreensão da droga aconteceu um dia antes de uma festa rave que aconteceria na cidade. A Polícia suspeita que as drogas seriam comercializadas durante o evento. 

Segundo o delegado titular de Pedro II, André Moreno, dos três presos em flagrantes pelo menos dois já têm passagem pela polícia. 

“Foram presos três indivíduos em casas diferentes. O primeiro foi preso com um laboratório dentro de casa [onde cultivava o skunk]. O segundo foi preso em casa com vários pés de maconha e grande quantidade de skank também. Já na casa do terceiro foram encontradas duas armas artesanais, algumas pílulas de êxtase e maconha”, acrescentou o delegado Moreno. 

O delegado Matheus Zanatta, gerente de Polícia Especializada (GPE), participou da operação e explicou como a super maconha era cultivada pelos presos. 
 
"Ela é feita com técnicas do sistema hidropônico com fertilização e irrigação própria. Ela é feita em estufa e tem um valor muito maior do que a maconha normal e ela tem 7 vezes mais THC do que a maconha normal", frisou o delegado Matheus Zanatta. 

Durante a operação, os policiais ainda apreenderam droga sintética, balança de precisão, prensa, duas motos e um carro. 

“Os presos em flagrante foram autuados e agora vamos terminar os procedimentos para enviar para o judiciário e Ministério Público já com o pedido de prisão preventiva”, concluiu o delegado Moreno.  

Participaram da operação a Gerência de Polícia Especializada, a Gerência de Polícia do Interior e a Delegacia de Pedro II. 

 

 

Nataniel Lima e Ney Silva
[email protected]