Cidadeverde.com

Prefeitura de Pedro II reinaugura nova sede da Assistência Social

 

Nesta sexta-feira (25), a Prefeitura de Pedro II reinaugurou a nova sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e lançou o Programa Criança Feliz, resultado de parceria entre o município com o Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.
 
A nova sede da Semas foi ampliada e totalmente reformada. No local, será disponibilizada, com mais conforto, uma série de benefícios à população de Pedro II, como cadastro no CadÚnico, para ter acesso aos programas sociais, como o Bolsa Família; Escola Digital, com oferta de curso de informática e que agora conta com novos equipamentos; Oficina de Artesanato de Enxovais, onde as gestantes poderão preparar os enxovais; acessibilidade para pessoas com deficiência; emissão de documentos, dentre outros.
 
Já o Programa Criança Feliz tem o objetivo de atender, inicialmente, 150 famílias com crianças de 0 a 3 anos e de 0 a 6 anos em Pedro II. Na oportunidade, a secretária de Assistência Social, Elissiane Maria, agradeceu a presença de todos e falou da satisfação em poder novamente contribuir com o social.
 
“Com o apoio do prefeito Alvimar Martins e da secretária de Finanças, Eleonora Uchôa, não temos medido esforços para atender as demandas da população, a exemplo da reforma e ampliação do prédio da SEMAS, que agora passa a contar com instalações apropriadas para melhor atender a população pedrossegundense”, diz.  
 
A secretária de Finanças de Pedro II, Eleonora Uchôa, frisa que “o social é a marca registrada do trabalho realizado pela Prefeitura em Pedro II, que tem se destacado entre os municípios do Piauí, através do Programa do Bolsa Família, o que tem sido primordial para a implantação de novos programas, a exemplo do Criança Feliz”.
 
Criança Feliz
 
Pedro II é um dos 173 municípios do Piauí que aderiram ao Criança Feliz. O programa prioriza as crianças de 0 a 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A iniciativa tem como ponto central a visitação domiciliar. Técnicos capacitados irão até as casas das famílias para mostrar aos pais a maneira adequada de estimular o desenvolvimento dos filhos, principalmente nos primeiros mil dias de vida.

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com